Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Trabalho infantil

OIT assina acordo de cooperação com governo

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) vai assinar novos projetos para a implementação da cooperação Sul-Sul. O objetivo é apoiar países em desenvolvimento da América Latina, Caribe, África e Ásia na promoção do trabalho decente e da Justiça social. O acordo será assinado, na próxima segunda-feira (26/10), às 15 horas, no escritório da OIT, em Brasília.

Por meio dos projetos, serão desenvolvidas ações na Bolívia, Equador, Paraguai e Timor Leste para prevenção e eliminação do trabalho infantil e fortalecimento da proteção social, com o objetivo de avançar no cumprimento das metas estabelecidas na Agenda Hemisférica de Trabalho Decente para as Américas.

O governo brasileiro, por meio da Agência Brasileira de Cooperação (ABC) e do Ministério das Relações Exteriores, assinará o acordo com representantes dos governos da Bolivia, Equador, Paraguai e Timor Leste.

O evento contará com a presença da diretora executiva do gabinete do diretor-geral da OIT, Maria Angélica Ducci, do diretor regional da OIT para a América Latina e o Caribe, Jean Maninat, da diretora do escritório da OIT no Brasil, Laís Abramo, diretora do Programa Internacional para a Erradicação do Trabalho Infantil, Michele Jankanish, do diretor da ABC, ministro Marco Farani, do ministro da Justiça e Trabalho do Paraguai, ministro Humberto Blasco, e de representantes diplomáticos das Embaixadas da Bolívia, Equador e Timor Leste. Com informações da Assessoria de Imprensa da OIT.

Revista Consultor Jurídico, 21 de outubro de 2009, 18h22

Comentários de leitores

1 comentário

Vão acabar com o TRABALHO LEGAL infantil...

Zerlottini (Outros)

Porque eles vão continuar a ser "aviôes", "mulas" (não, não é o do Planalto), sinalizadores, etc., para o tráfico. Ou servindo de "bodes expiatórios" para as quadrilhas de modo geral, que sempre usam um "dimenor" para assumir os crimes, uma vez que eles são impunes.
Francisco Alexandre Zerlottini. BH/MG.

Comentários encerrados em 29/10/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.