Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Novo órgão

PF cria Coordenadoria de Repressão ao Desvio de Verbas

Por 

A Polícia Federal vai anunciar, em breve, a criação da Coordenadoria de Repressão ao Desvio de Verbas. A base do novo órgão será Brasília, mas a estrutura contará com uma rede de 27 novas delegacias espalhadas pelo país. O foco dessas novas delegacias será o acompanhamento dos repasses federais das verbas dotadas a estados e municípios, um trabalho a ser feito junto da Controladoria-Geral da União.

Serão criados 32 novos cargos de chefia. Os gastos anuais estão previstos em cerca de R$ 40 milhões anuais, um aumento dos custos gerais da PF de R$ 30 milhões, o que representaria menos de 1% a mais no orçamento da PF. Os dados mais recentes da PF indicam que, da Operação Anaconda, de outubro de 2003, a primeira grande da PF, até o primeiro semestre de 2009, a PF prendeu cerca de 900 núcleos acusados de formação de quadrilha, com a detenção de 12 mil acusados. Desse total, quase 14% ou cerca de 1,6 mil acusados tinham cargos públicos e 94 deles exerciam o cargo de policiais federais.

O diretor da PF, Luiz Fernando Corrêa, diz que, embora a PF seja a unidade mais visível, a repressão às quadrilhas vem aumentando porque outros órgãos públicos, como o TCU, CGU, Receita Federal, Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) e o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) vêm aperfeiçoando suas estruturas. Foi o que permitiu que, de 2003 até agora, a PF desbaratasse mais de 900 quadrilhas e prendesse 12 mil criminosos, dos quais 13,6% ou 1.639 pessoas eram agentes públicos, 94 deles policiais federais, envolvidos em corrupção. A PF estima que, com a criação da Coordenadoria de Repressão ao Desvio de Verbas, os números gerais de presos podem aumentar em até 20%.

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 12 de outubro de 2009, 16h16

Comentários de leitores

5 comentários

Mais um conto da carochinha!!

Suzy (Estudante de Direito)

Mais uma criação desnecessária e totalmente desrespeitosa para com o povo brasileiro, pois somos sabedores da realidade, e infelizmente essa realidade nua e crua é bem diferente da máscara colorida aqui pincelada...é cruel e desonesta. Falta mesmo é seriedade e compromisso em nosso País.

Chefias na PF

DPF Falcão - apos (Delegado de Polícia Federal)

Parece que houve um "pequeno" equívoco nos valores relativos às chefias das novas Delegacias.
Ao contrário de outras instituições que têm valores de gratificações condizentes com as responsabilidades das funções, as chefias de Delegacias na PF são "gratificadas", em média, por "fabulosos" R$ 300,00 brutos, dos quais são descontados 27,5% de IR.

12000 CRIMINOSOS

Contribuinte Indignado (Advogado Autônomo - Civil)

QUANTOS DOS 12.000 CRIMINOSOS CONTINUAM NA CADEIA? AH AH AH

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 20/10/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.