Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

200 anos de História

Veja a entrevista dos autores de Justiça no Brasil

Os autores do livro Justiça no Brasil - 200 anos de História Paulo Guilherme de Mendonça Lopes e Patrícia Rios foram entrevistados, na última sexta-feira (20/11), pelo apresentador Jô Soares, da TV Globo. Lá eles citaram fatos relevantes da obra, que conta a história do Judiciário brasileiro desde a instalação da Casa de Suplicação, o primeiro tribunal de cúpula no país, em 1808, até os dias atuais, quando a Justiça passa a ter um papel cada vez mais ativo na vida do cidadão. Os autores são sócios do escritório Leite, Tosto e Barros Advogados. A entrevista, disponivel no Youtube, está dividida em duas partes. Num tom descontraído, o apresentador contou uma historinha sobre Habeas Corpus e citou fatos memoráveis de entrevistas feitas por ele durante os anos narrados no livro. (Veja os dois vídeos, a seguir e depois do segundo parágrafo, da entrevista)

Com 240 páginas ricamente ilustradas em edição de luxo, Justiça no Brasil faz o relato detalhado da evolução do Judiciário brasileiro, dentro do contexto da história política nacional. Antes de atingir o marco histórico de 10 de maio de 1808 — data da independência da Justiça brasileira com a implantação da Casa de Suplicação no Rio de Janeiro — os autores repassam os episódios vividos pelo Judiciário no país, desde a chegada de Pedro Álvares Cabral, que já trazia em sua comitiva um desembargador. Com efeito, revela o livro que o frei Henrique de Coimbra embarcou na esquadra de Cabral justamente por seu notório saber jurídico.

No posfácio da obra, os autores lembram que nunca antes neste país, o Judiciário ocupou espaço tão proeminente na vida nacional a ponto de ser acusado de invadir o espaço dos outros poderes da República ou de propiciar uma excessiva judicialização dos atos sociais. A leitura do livro de Mendonça Lopes e Patrícia Rios ajuda a entender esse fenômeno contemporâneo.

Justiça no Brasil – 200 Anos de História é a segunda iniciativa editorial que reúne o Leite Tosto e Barros, a ConJur Editorial, a empresa TBE (Transmissoras Brasileiras de Energia) que patrocinou a obra, e um episódio da história da Justiça no Brasil. Antes, essa união de empreendedores já havia produzido O Processo de Tiradentes, um resgate do julgamento do maior herói da história do Brasil.

(Clique aqui para comprar Justiça no Brasil - 200 Anos de História)
(Clique aqui para comprar O Processo de Tiradentes)

Revista Consultor Jurídico, 26 de novembro de 2009, 14h38

Comentários de leitores

2 comentários

a historia da justiça

Alcina Torga (Advogado Autônomo - Civil)

Estou adquirindo este livro,esperando que não faltem as historias do antigo tribunal de apelação-agravo 130 da 8a camara- do M.M. PONTES DE MIRANDA,com toda a historia do banco de credito movel e suas usurpações das terras da BARRA DA TIJUCA,RECREIO DOS BANDEIRANTES E VARGENS,já que estes autos tiveram varias folhas do processo furtadas.

Justiça à Brasileira, história

Gilberto Serodio Silva (Bacharel - Civil)

Essa história foi contada em 1996 na já esquecida CPI do Judiciário creio a única ação de valor social e público promovida pelo finado senador ACM.
Muito a propósito dos podres poderes Brasileiro:
O Homem que se vende recebe sempre mais do que vale.
Barão do Itararé.

Comentários encerrados em 04/12/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.