Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Abuso sexual

Abdelmassih tem novo pedido de liberdade negado

Fracassou, pela quinta vez, a tentativa de o médico Roger Abdelmassih conseguir liberdade. O novo pedido foi negado pelo Superior Tribunal de Justiça. Ele está preso desde agosto sob a acusação de ter molestado sexualmente pacientes em sua clínica de reprodução assistida, em São Paulo. A votação na 5ª Turma do STJ foi por 3 votos a 2.

Os ministros Laurita Vaz e Jorge Mussi concordaram com a decisão do ministro-relator Felix Fisher, que, em outubro, em caráter liminar, manteve a prisão preventiva de Abdelmassih. Foram contrários à prisão os ministros Napoleão Maia Filho e Arnaldo Esteves Lima.  O STJ não deu mais detalhes sobre o julgamento, porque o caso corre em segredo de Justiça.

Com a nova negativa, o médico continuará detido na Penitenciária de Tremembé, no Vale do Paraíba, onde também estão presos Alexandre Nardoni, que é acusado de matar a filha Isabella Nardoni, e Lindemberg Alves, que matou a ex-namorada Eloá Pimentel, de 15 anos, após um sequestro que durou 100 horas.

Revista Consultor Jurídico, 25 de novembro de 2009, 10h10

Comentários de leitores

1 comentário

demora mas sai , não muda nunca!

hammer eduardo (Consultor)

Realmente dentro da conhecida e imunda "realidade bem brasileira" , deve estar proximo de sair a concessão do pedido de habeas corpus para o "doutor molestador" , a regra basica é estar disposto a abrir a carteira para o "medalhão" certo que a partir deste ponto construirá uma historinha lacrimosa capaz de rebaixar Gloria Perez , famosa noveleira da Globo , em mera iniciante.
As ultimas noticias que sairam na Imprensa davam conta que o molestador estava apenas "acertando preço" com um famosissimo medalhão que ate Ministro da Justiça ja foi , afinal num enbrulho deste tamanho , não da pra perder tempo com estagiarios e amadores em geral, é briga de cachorro grande da melhor qualidade.
Apesar das eternas "senhoritas histericas" de plantão , a nossa imundicie juridica se mostra eterna pois com GRANA na mão , dá ate pra constestar a Lei da gravidade , não estou imaginando mas apenas lembrando de "causos" recentes. A cadeia no Brasil ainda continuará por muitas decadas como residencia oficial apenas para os famosos "3 P" ( pretos , pobres e pardos) , aos demais apenas o incomodo de uma breve regressão nas contas bancarias. O que esta literalmente "pegando" neste caso é o fato de que este PORCO de jaleco molestou Mulheres de classe media alta e alta e NESTE CASO a coisa pegou, se estivesse se limitando a molestar famintas e eventualmente formosas em postos de saude da vida , certamente continuaria sua "carreira" sem problemas por muitos anos , afinal no Brasil REAL pobre não tem vez e quando muito se vende por um merrequete na calada da noite com o adevogadio em questão. Podem espernear mas isto são FATOS e contra eles , nunca houve argumentos suficientes. Que nojo!!!!!!!!!

Comentários encerrados em 03/12/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.