Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Advocacia empresarial

Empresa observa reputação do escritório para contratar

Por 

Com um mercado cada vez mais aquecido e competitivo, hoje qualidade e bom atendimento não diferem mais um escritório de advocacia do outro na hora da contratação. Esses são requisitos básicos. Prova disso está na pesquisa feita pelo anuário Análise da Advocacia, publicado na última semana. Levantamento feito pela publicação com os responsáveis por departamentos jurídicos das maiores companhias do Brasil aponta que a reputação do escritório é o que mais importa na hora de escolher um advogado. O surpreendente é que os valores dos honorários cobrados é o que menos importa quando há confiança e credibilidade em jogo.

A consulta às empresas foi iniciada em 31 de agosto deste ano e encerrada no dia 30 de setembro. Cem profissionais, dentro de uma amostra aleatória das 150 maiores companhias brasileiras pelo critério de receita líquida, apontaram quais os pontos mais importantes na hora de escolher o defensor. Com 88%, ficou a reputação. Em segundo lugar, com 75%, ficou o quesito flexibilidade na negociação de honorários. Da terceira a quinta posição, respectivamente, ficou expertise no setor econômico em que a empresa atua (73%), relacionamento pessoal com os sócios (67%) e valor dos honorários (46%).

No quesito tipo de escritório que a empresa prefere contratar, as empresas se dividem na contratação de escritórios do tipo full service (49%) e aquelas (49%) que preferem trabalhar com vários escritórios, de acordo com a expertise de cada um. Apenas 2% dessas empresas preferem tratar de assuntos internamente e só recorrer a escritórios especializados. A pesquisa revela que 22% dos diretores jurídicos preferem escritórios administrados pelos próprios sócios e 78% preferem escritórios com estrutura rígida de administração.

A publicação também foi procurar saber como as empresas avaliam os serviços prestados pelos escritórios. De acordo com a consulta, 59% consideram os serviços razoáveis. Enquanto isso, 39% consideram os serviços excelentes e apenas 2% acham que os serviços deixam a desejar. Veja também o que mais importa na decisão de romper contrato com um escritório. 

O que mais importa na decisão de romper contrato com um escritório - TABELA - Jeferson Heroico

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 21 de novembro de 2009, 8h13

Comentários de leitores

1 comentário

A Advocacia como ela é - Anuário da Justiça do Hufufuur

Sunda Hufufuur (Advogado Autônomo)

Veja as modernas tendências das advocacia no Anuário da Justiça do Mestre Sunda Hufufuur: http://www.hufufuur.com/Anuario11.gif
.
Lançamento oficial a ser feito na cozinha do STF,com a presença de Ministros, serventes, com churrasquinho e música de Zeca Pagodinho e o conjunto "Samba das decisões".
.
O Ministro Joaquim Barbosa já prometeu que decidirá algumas causas lá, dada a sua tendência de ouvir o povo para decidir, como disse no embate com Gilmar Mendes. O mnisitro pensa que a cozinha, de preferência com uma cervejinha acompanhando e um "rap" ao fundo, é um ambiente melhor que seu gabinete para julgar.

Comentários encerrados em 29/11/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.