Consultor Jurídico

Comentários de leitores

4 comentários

UM PAÍS SEM VOCAÇÃO DEMOCRÁTICA

Luiz Carlos de Oliveira Cesar Zubcov (Advogado Autônomo)

Lapidar a decisão.
Entretanto, o destaque “as implicações advindas do simples oferecimento de uma denúncia, ESPECIALMENTE quando o suposto réu exerce cargo ou função pública.”, revela a nossa triste falta de vocação democrática.
Nenhum, absolutamente nenhum habitante deste ensaio de nação livre deve ser tratado “ESPECIALMENTE”, quer pela sua condição social quer pelo cargo ou função que ocupa.
Em respeito ao princípio da isonomia, TODOS DEVEM SER TRATADOS COM IGUALDADE e merecem o mesmo desvelo e presteza judicial, desde o presidente da república ao mais simples cidadão que se protege diuturnamente da chuva e do frio debaixo de um viaduto.
Quantos milhares de processos em situação semelhante não dormitam nas prateleiras do Poder Judiciário aguardando o milagre do julgamento?
A verdade que não quer e não pode calar traduz-se pelo dinamismo e eficiência da administração pública ao tratar com os interesses daqueles que são considerados distintos e que geralmente compõem a classe dominante.
O homem é tão igual e tão importante quanto ao seu semelhante pela sua condição de ser humano e não por ter ou não ter algo mais, e muito menos pela sua qualidade de funcionário público que aqui neste país a cada dia o distancia mais dos simples mortais.

PONDERADA

olhovivo (Outros)

É, essa senhora é ponderada. Tão ponderada que negou liberdade a acusados por invocarem o direito constitucional de ficarem caladas. Sim, muito, mas muito, ponderada!

Parabéns!

Neli (Procurador do Município)

Essa senhora é a melhor Juíza do Brasil: justa,ponderada e profunda conhecedora do direito.
Parabéns pela decisão.
Pena que não está no Supremo!
Por seu cabedal jurídico,pro sua postura processual,merecia,há muito,estar lá.

Juíza

Armando do Prado (Professor)

Cada vez admiro mais a Ministra Eliana Calmon: ponderada e humana.

Comentar

Comentários encerrados em 4/04/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.