Consultor Jurídico

Guerra de informações

Kfouri é intimado para se defender em delegacia

O jornalista Juca Kfouri prestou depoimento nesta quarta-feira (18/3) na delegacia de crimes eletrônicos, em São Paulo, onde corre inquérito policial para apurar suposta prática de crime contra a honra. O técnico de futebol Vanderlei Luxemburgo e os jornalistas Milton Neves e Fernando Vanucci acusam o jornalista de persegui-los em notícias e reportagens publicadas em seu blog  As informações são do site Comunique-se.

De acordo com o portal, o jornalista preferiu manter-se em silêncio. Em seu nome, se manifestou o advogado Luís Francisco Carvalho Filho que apresentou um requerimento para que o jornalista não depusesse. “A forma de se responder por calúnia e difamação é depor ao Poder Judiciário, e não à Polícia”, disse Carvalho Filho.

Para o jornalista, o inquérito é um meio de atrapalhar sua apuração jornalística. “É uma demonstração óbvia de uma tentativa de intimidação”, afirmou Kfouri ao Comunique-se. Juca também falou à ConJur. Segundo ele, é lamentável ver jornalista reclamar de jornalista na Polícia. “É uso indevido de uma instituição pública para fins particulares”, disse.

O advogado dos autores, Antonio Carlos Sandoval Catta-Preta, explicou que Juca Kfouri acusa Luxemburgo de receber de jogadores e Milton Neves de anunciar propagandas em programas. “São injúrias, calúnias e difamações. E existe uma polícia – a de delitos eletrônicos – especializada para isso”, disse o advogado. Milton Neves, uma das pessoas que se sentem ofendidas, critica a forma pela qual Kfouri abordou o caso na Folha de S.Paulo. “Ele faz jornalismo particular”, disse Milton Neves.

Segundo a assessoria de imprensa da delegacia, aindam devem ser ouvidas testemunhas no inquérito.

O próprio Juca Kfouri contou a versão da tomada de depoimento na coluna que publica no jornal Folha de S. Paulo, desta quinta-feira (19/3) (clique aqui para ler).




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 20 de março de 2009, 11h44

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/03/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.