Consultor Jurídico

Maria da Penha

Dado Dolabella não consegue reverter prisão

O ator Dado Dolabella não conseguiu reverter a decisão que determinou sua prisão. O Judiciário negou o pedido de Habeas Corpus apresentado pelo ator. Por ter descumprido ordem judicial de não se aproximar da ex-namorada Luana Piovani, Dolabella foi preso e passou a noite na Delegacia de Atendimento à Mulher. Nesta quarta-feira (18/3), o ator foi transferido para a Polinter, presídio conhecido por abrigar acusados de tráfico e integrantes de milícias. As informações são do jornal Extra.

O diretor da Polinter já tomou algumas iniciativas para que a presença do ator não atrapalhe o cotidiano do presídio. Dolabella ficará em uma cela comum, já que não tem curso superior. Segundo funcionários do presídio, o ator vai ficar junto com os presos que não pertencem a nenhuma facção criminosa. Eles afirmam que não é uma cela especial. O ator compartilhará uma cela com outros 30 presos que não são considerados de alta periculosidade.

Segundo a Polícia, o ator foi preso por descumprir a determinação judicial de não se aproximar da ex-namorada Luana Piovani. Em novembro, depois de ser acusado de agredir a atriz, o I Juizado de Violência Doméstica do Rio determinou que o ator deveria manter distância de, no mínimo, 250 metros de Luana Piovani, sua ex-namorada. Também foi proibido de manter contato com a atriz por qualquer meio de comunicação.

A ordem judicial, no entanto, teria sido desrespeitada em duas ocasiões. A primeira foi no Carnaval, quando os dois estiveram no mesmo camarote, no Rio. A segunda ocasião foi em uma festa, no dia 8 de março. A polícia pediu a prisão preventiva do ator, que foi decretada ontem pelo 1º Juizado da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. 

“A Lei Maria da Penha é muito dura e precisa ser respeitada. Se Dado chegou num lugar onde a Luana estava, ele deveria ter saído do local”, disse a delegada Inamara Costa.

Dolabella e Luana Piovani são atores conhecidos não só pelos seus trabalhos, como pelas confusões que já se envolveram. O relacionamento entre os dois conhecidos atores, que namoraram, terminaram, voltaram e terminaram de novo, virou caso de Polícia em outubro, quando Luana prestou queixa contra Dado depois de agressão em uma boate na zona Sul do Rio. O laudo do exame de corpo de delito do Instituto Médico Legal (IML) confirmou que a atriz sofreu uma lesão leve.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 18 de março de 2009, 12h23

Comentários de leitores

2 comentários

ABERRAÇÃO JURÍDICA

Dr. Marcelo Galvão SJCampos/SP - www.marcelogalvao.com.br (Advogado Sócio de Escritório)

O direito fundamental a liberdade não esta sendo respeitado ao ator. Sim a Lei deve ser respeitada, mas pelo que sei o ator não chegou nem perto da Atriz. O juízo deixar a Luana fixar os locais que ela mais gosta de frequentar, onde ele não pode comparecer, é absurdo. Deveria em tese toda esta ilegalidade ter sido corrigida pelo TJ do Rio de Janeiro. O Estado vai acabar por arcar com uma indenização ao final. Lamentavel a decisão do Tribunal.

cadeia nele , por pouco tempo como sempre........

hammer eduardo (Consultor)

Infelizmente quando deveriamos comemorar o ato de "encanamento" deste VAGABUNDO , COVARDE e MEDIOCRE filhinho de atores igualmente idem , devemos sim ficar preparados para a soltura deste VAGABUNDO em questão de horas ou no mais tardar , alguns breves dias. Tem razão a Delegada que mandou meter na grade o elemento pois alem de tudo , dentro do seu quadro psicotico permanente , este animal debochou da Justiça no carbaval quando protagonizou aquela cena explicita de achincalhe com uma trena e que foi fartamente documentada pela Imprensa.
Lembremos tambem que este vagabundo agrediu uma senhora de mais de 63 anos e o processo esta correndo com aquela velocidade "quelonica" que tão bem conhecemos , mas certamente com a ajuda da Lei Maria da Penha , deve dar em "alguma coisa" mesmo que demore um pouco.
O que precisa acabar rapidamente é esta não-tão-falsa impressão de que "global" ( ou ex-global como é o caso) nunca vai em cana , acho que encanar este verme que aprecia substancias estranhas ( segundo a Imprensa que flagrou a expulsão dele de uma casa noturna no Rio a poucas semanas - exatamente por isso) e usar de exemplo para quem sabe , o inicio de uma virada definitiva acabando com aquela ideia ja bem sedimentada de que cadeia é apenas para os famosos "3 P" ( prostitutas , pobres e pretos) . Paiszinho dificil de consertar esse!

Comentários encerrados em 26/03/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.