Consultor Jurídico

Comentários de leitores

7 comentários

É o fim da picada...

Caio Arantes - www.carantes.com.br (Advogado Sócio de Escritório - Criminal)

Quanta coisa ÚTIL poderia ter feito o Sr. Procurador ao invés de "elaborar" e propor esta ação... (p.ex. ido a praia, empinado pipa, dormido, palavra-cruzada, mulheres, drinks, etc... pelo menos nenhma dessas atividades usaria todo um sistema inultimente...) PARE O MUNDO QUE EU QUERO DESCER...
É hora da PGT refletir que se realmente há trabalho ÚTIL para todos seus membros, não é !!!?

A CONSTITUIÇÃO ACOBERTA O MPT

VINÍCIUS (Advogado Autônomo)

De parabéns o Procurador do Trabalho, seja porque está defendendo a cultura do povo, seja porque, de outro lado, está tentando proibir o lixo musical que é este axé. Tem gosto para tudo, inclusive para ouvidos que gostam do que não presta.
A Carta Social de 88, artigo 23, inciso III obriga ao Poder Público zelar pela cultura do povo. Quem quiser leia e espero que, os que se posicionaram aqui, uns ofendendo de forma generalizada o MPT, também leia o encimado artigo e seu inciso para, depois, se manifestarem.
Além do mais, sugiro que o MPE da Bahia se manifeste via requerimento ao Judiciário com a mesma intenção do MPT e até mesmo a Procuradora de Justiça Federal, porque o caso é mesmo de se proteger a cultura brasileira.
Sem mais palavras, aguardo que alguma coisa seja feita para que a lei seja cumprida e os amantes do axé que procurem outra praia para curtir e ouvir o lixo musical que eles tanto amam.
VINÍCIUS - 63-9999-7700
3414-4008
ARAGUAÍNA(TO) - AMAZÔNIA LEGAL.

OLHA AÍ GENTEEEE!!!O MPTRABALHO...TRABALHANDO

Mig77 (Publicitário)

Parece piada.Todo mundo sabe da inutilidade, pouca importância (ou nenhuma) e da futilidade que representa o Ministério Público do Trabalho.Tem gente que ganha R$ 30 mil para trabalhar "em casa".Verdadeiros parasitas que mamam nas tetas do país.Não digo governo porque, acredite, parte do que esses caras recebem voltam para o governo.Responsável pela criação de gerações de cafajestes esses picaretas deveriam se calar sobre o tema em questão.Não se metam.
Conselho.Não chamem a atenção do povo, da mídia, sobre a existência desse Ministério.Talvez alguém com o saco roxo, não aquele,colorido de rosa,queira acabar de vez com essa porcaria.Vai trabalhar vagabundo!!!

Uai?

Neli (Procurador do Município)

Não sei o por qu~e da ação.
Tem tanto trabalho para ser feito,por exemplo trabalho escravo.
Proibir que num S João se execute axê?
Não sei se é falta do que fazer,a mim me afigura ser péssimo gosto de quem executa,de quem ouve,mas,proibir?
Não me parece estar nas funç~es relevantes da justiça trabalhista.

Cacofonia

Lucas Janusckiewicz Coletta (Advogado Autônomo)

Bem que a decisão de proibir axé deveria abranger todo o Brasil pelos próximo 500 anos, porque o som é realmente insuportável. Mas enfim, se tem gente que paga para ouvir cacofonia paciência.

Falta do que fazer!

Defensor Federal (Defensor Público Federal)

Enquanto a AGU/PFN/PF/DPU se matam de trabalhar pra ganhar metade do que o MPT ganha, os membros deste ficam PROCURANDO o que fazer ....
Dá nisso ... Num tem o que fazer ...
Verdadeira vergonha!

deve estar faltando trabalho para este membro do MP

daniel (Outros - Administrativa)

deve estar faltando trabalho para este membro do MPT, pois a matéria nada tem a ver com relaçao trabalhista, e duvido que já tenha trabalhado com carteira assinada, e entáo nem sabe quais as prioridades das pessoas que realmente precisam de um trabalho digno.

Comentar

Comentários encerrados em 6/06/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.