Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

De volta

TJ-RO incentiva reinserção de presos pelo trabalho

O Tribunal de Justiça de Rondônia e a Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano (Emdur) firmaram convênio para que presos do regime semi-aberto trabalhem na fabricação de artefatos de concreto, limpeza de ruas, entre outras atividades, facilitando a reinserção no mercado de trabalho.

Na solenidade de assinatura do acordo, a presidente do TJ, desembargadora Zelite Andrade Carneiro, afirmou: “Uma grande caminhada começa com o primeiro passo. Trabalho é questão de dignidade. Precisamos ajudar o preso a reconstruir sua vida".

Zelite também fez um paralelo entre a assinatura do convênio e a campanha institucional "Começar de Novo", do Conselho Nacional de Justiça, destinada a sensibilizar a população para a necessidade de recolocação, no mercado de trabalho e na sociedade, dos presos libertados após o cumprimento de penas. "Nosso Tribunal tem apoiado incondicionalmente esta campanha", afirmou a desembragadora.

Para o juiz Sérgio William Domingues Teixeira, titular da Vara de Execuções Penais da Comarca de Porto Velho (RO), a ampliação do convênio é a concretização do que é previsto em lei. "A ampliação do convênio representa a prática do discurso da ressocialização que ficava só na teoria". Ainda de acordo com o juiz, Rondônia possui atualmente cerca de cinco mil presos.

Também participaram da solenidade o prefeito de Porto Velho, Roberto Sobrinho, o idealizador do projeto, diretor presidente da Emdur, Mário Sérgio Teixeira, o deputado Euclides Maciel, representando o Poder Legislativo e o secretário adjunto da Secretaria Estadual de Justiça, Gabriel Tomasete. Magistrados, vereadores, secretários municipais e servidores do Judiciário e da prefeitura também acompanharam a cerimônia. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-RO.

Revista Consultor Jurídico, 13 de maio de 2009, 2h19

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/05/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.