Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Imprensa livre

Jornalista condenada por espionagem deixa prisão

A jornalista Roxana Saberi, condenada por espionagem no Irã e presa desde janeiro deste ano, foi libertada nesta segunda-feira (11/5) depois de a Justiça ter decidido reduzir sua sentença de oito para dois anos de prisão, com direito a suspensão condicional. A informação é G1.

Roxana Saberi, de 31 anos, poderá deixar o país, mas foi proibida de trabalhar como jornalista no Irã durante oito anos. Ela foi condenada no dia 13 de abril por espionagem a favor dos Estados Unidos. A apelação do julgamento aconteceu no domingo.

A Justiça iraniana analisou o recurso da jornalista numa audiência que durou cinco horas. Na audiência, os advogados de defesa apresentaram com detalhes o caso, que foi analisado por três juízes.

O caso da jornalista gerou repercussão internacional e o presidente americano, Barack Obama, chegou a afirmar que estava "profundamente decepcionado" com a sentença imposta à jornalista. O presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad também interveio no caso e disse que Saberi tinha o direito de se defender.

No dia 8 de abril, ela foi acusada de espionagem e, cinco dias depois, julgada e condenada a oito anos de prisão por este crime. No dia 20 de abril, ela iniciou uma greve de fome que durou duas semanas.

Revista Consultor Jurídico, 11 de maio de 2009, 16h20

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/05/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.