Consultor Jurídico

Notícias

Ensaios da Satiagraha

TRF-3 livra de ação juízes acusados de desobediência

Comentários de leitores

5 comentários

Covardia....Ultimo Papa

Rossi Vieira (Advogado Autônomo - Criminal)

Ultimo Papa, a covardia é relamente uma m....
Você é um acovardado, mal educado e queria te pegar frente a frente...no braço ! Queria ver se tem coragem de escrever o que escreveu na minha frente...comigo não levo aos tribunais ofensa pessoal, aqui é no braço, Babaca.Infeliz. Vai procurar uma transa rapaz !Vê se te emenda. Identifique-se Rato.
Otavio A R Vieira, 42
Advogado Criminal em São Paulo

tudo como dantes.

Republicano (Professor)

Desembargador é titular de ação penal? Ora, por que será que os juízes estão deferindo os pedidos do MP? Aliás, ministro do STF é titular de ação penal? E se o Ministro concedeu medida contra o interesse do MP, este processará o juiz desidioso em prestar informações? Meus caros, enquanto não houver readequação constitucional, tudo vai continuar como dantes.

TRFs

Último Papa (Outros)

Os TRFs são péssimos, com rarissíssimas exções de alguns um ou doi magistrados.
Porém, o TRF 3 é prima por ser o pior!
Cada uma que saí de lá, que é trsitemente difícil de se acreditar.
E esse Otavio Rossi? Puxa-saco de plantão.

Dois pesos

Lima (Advogado Autônomo - Tributária)

As duas melhores profissões para quem deseja fazer e acontecer sem ser responsabilizado por nada: Político e Juiz.
Os fatos estão aí para provar a tese.

A Toga vocacionada.

Rossi Vieira (Advogado Autônomo - Criminal)

Li a notícia e me deparei com dois nomes de juízes, os quais conheci na vida profissional na minha carreira privativa, no pleno exercício da advocacia. Tanto o magistrado Márcio Catapani quanto o magistrado Alexandre Cassetari me parecem pessoas vocacionadas e preparadas para o cargo que ocupam. Sempre os vi,aos olhos de advogado, gostando ou não do resultado, a imparcialidade que tanto se busca num julgamento criminal. Sim, a margem do bom desempenho deles, o Juiz Cassetari, por exemplo, é daqueles homens comuns que vestiu a Toga e que ainda recebe advogados em sua sala- podendo-se discutir a causa- com argumentos técnicos e jurídicos- sem que pareça que ele está fazendo um favor em receber o profissional da Beca. Ao contrário, coloca seus fundamentos abertamente e realmente parece que gosta da discussão consciente e consistente. E isso é uma particularidade que deve ser elogiada e mantida, pois, se todos os juízes recebessem advogados em suas Salas e discutissem a causa abertamente, sem subterfúgios, nossa Justiça andaria bem melhor. Desse modo, não discuto o mérito das acusações contra tais juízes, mas a manutenção deles livremente no Juízo em que se encontram, fará bem ao Poder Judiciário Federal.
Otávio Augusto Rossi Vieira, 42
Advogado Criminal em São Paulo
(Membro do Conselho de Prerrogativas da Comissão de Prerrogativas na Seccional Paulista da Ordem dos Advogados do Brasil)

Comentar

Comentários encerrados em 3/07/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.