Consultor Jurídico

Colunas

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

MERCADO JURÍDICO

Escritório faz 15 anos com cisão e novos clientes

Por 

Coluna Lilian virada - Spacca

O Viseu Advogados comemora 15 anos em meio a uma separação e à chegada de três grandes clientes. Gustavo Viseu e os sócios no Viseu, Cunha e Oricchio Advogados decidiram dividir as equipes, formando duas novas sociedades. Segundo o advogado, a cisão se deu porque entenderam que era importante dividir a parte consultiva da judicial. Viseu acaba de assumir a carteira de uma empresa de cartão de crédito, uma companhia aérea e uma fabricante de computadores, o que pediu um modelo de gestão de processos diferente do tradicional. “Por isso, a separação foi oportuna.” A demanda, de 2008 para 2009, cresceu 30%.

Agora, o Cunha, Oricchio, Ricca e Lopes Advogados, criado a partir da cisão, concentra o atendimento em questões empresariais, em especial nas áreas societária, tributária, comercial/cível e trabalhista, e processos administrativos, judiciais e arbitrais.


Inovações
O escritório está investindo em infra-estrutura e em planejamento. Viseu trocou o antigo sistema pela SISJuri da BCS, só conversa com os correspondentes por skype e está digitalizando todos os processos. A banca cuida de 4,6 mil ações. Gustavo e os sócios Manoel Ignácio Monteiro e Fernanda Horovitz decidiram contratar também uma consultoria para reorganizar o planejamento estratégico e o plano de carreira. A banca está em busca de seis advogados na área cível e de consumidor e quatro estagiários para todas as áreas.


Nova sede
O escritório Souza, Schneider & Pugliese Advogados, especializado em Direito Tributário, completa dois anos e abre uma unidade em Brasília. Dez tributaristas estarão representando os clientes da banca junto aos tribunais superiores e órgãos do Ministério da Fazenda. Em 2008, a demanda do escritório aumentou 80%. Para este ano, a expectativa é de crescimento de 30%.


Novos horizontes
Direito Ambiental é a nova aposta do escritório Bichara, Barata, Costa & Rocha Advogados. O advogado Antonio Augusto Reis, novo sócio da banca, será o coordenador do setor. A atuação será nos planos consultivo e contencioso, administrativo e judicial, nas esferas cível, administrativa e penal.


Advocacia e CO2

O Salto São Francisco, localizado no distrito do Guairacá a 45 km do centro do Município, é um dos principais pontos turísticos de Guarapuava, com uma queda d’água de 196m de altura. - Prefeitura Municipal de Guarapuava

Em um ano, o consumo de energia elétrica nas duas unidades do Demarest e Almeida em São Paulo produziu 269,71 toneladas de gás carbônico. As viagens aéreas nacionais e internacionais emitiram na atmosfera 82 toneladas de CO2. Os advogados do escritório fizeram 760,1 mil quilômetros em 422 viagens, o que corresponde a 59 voltas ao redor da Terra. Para neutralizar as emissões, a banca decidiu fazer o plantio de 2.010 árvores da Mata Atlântica em reserva situada no município de Guarapuava (foto ao lado), no Paraná. O escritório tem 300 advogados e mais de mil clientes.

 


Troféu Dom Quixote
O advogado Max Fontes, do escritório Fontes & Tarso Ribeiro, foi condecorado com o Troféu Dom Quixote, em cerimônia que aconteceu no Supremo Tribunal Federal. A premiação é oferecida a personalidades que se destacaram em defesa da ética, moralidade, dignidade, justiça e dos direitos da cidadania no país. O ministro da Justiça Tarso Genro, e ministros do STF e STJ também foram premiados. Max Fontes, que é presidente da Harvard Law School Association of Brazil, esteve entre os escolhidos por fortalecer e estreitar os laços jurídicos entre Brasil e Estados Unidos.


Mercado em alta
A abertura do mercado de resseguros no país chama a atenção para as cláusulas arbitrais constantes em quase todos esses contratos. O escritório Lobo & de Rizzo Advogados alerta para o fato de que, embora a Lei de Arbitragem (Lei 9.307/96) seja aplicável aos contratos de resseguros, há particularidades que devem ser observadas na redação da cláusula arbitral porque as regras importadas de outros países muitas vezes não atendem às expectativas das partes. Há a necessidade de “tropicalização” da cláusula contratual para garantir a sua eficiência.


Mercado editorial
Esses contratos também inspiraram o advogado Luiz Bojunga, consultor do escritório Doria, Jacobina, Rosado e Gondinho Advogados, a escrever o livro Contrato de Resseguro. Bojunga é advogado suíço-brasileiro, especialista em contratos internacionais, seguros e resseguros, recentemente radicado no Rio de Janeiro. O lançamento acontece nesta quinta-feira (25/6), às 18h, na Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro.

O Direito Securitário foi tratado ainda no livro recém publicado do advogado Carlos Harten, do escritório Queiroz Cavalcanti Advocacia. O contrato de seguro, resultado de sua tese de mestrado, reúne 1,7 mil acórdãos do Superior Tribunal de Justiça.


PELAS SOCIEDADES
► O Siqueira Castro – Advogados conta com dois sócios como árbitros em comissões de arbitragem: Augusto Carneiro de Oliveira Filho e Letícia Queiroz de Andrade. Oliveira Filho, sócio do setor contencioso no Rio de Janeiro, foi admitido no International Centre of Dispute Resolution da American Arbritration Association (AAA) e agora faz parte do grupo de árbitros para questões envolvendo a lei brasileira. Letícia, sócia-coordenadora do setor Regulatório em São Paulo, tornou-se árbitra na Câmara de Mediação e Arbitragem do Instituto de Engenharia de São Paulo.

Ricardo Quass Duarte, advogado do escritório Trench, Rossi e Watanabe, lança o livro O Tempo Inimigo no Processo Civil Brasileiro, no dia 2 de julho na Livraria Cultura do Market Place Shopping Center. A obra é resultado do mestrado em Direito Processual Civil defendido na Faculdade de Direito da USP.

► O advogado David Rechulski, especialista em Direito Penal Empresarial e sócio do escritório Rechulski e Ferraro Advogados, será contemplado com o Troféu Top of Business Nacional, em sua 11ª edição. A premiação acontece no dia 10 de julho, no Hotel Mofarrej, em São Paulo.


 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 24 de junho de 2009, 16h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/07/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.