Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Prédio ocupado

Juíza determina reintegração da sede da Funasa

A juíza Ana Paula Serizawa, da 1ª Vara da Justiça Federal do Amazonas, acatou o pedido de reintegração de posse do edifício da sede da Funasa em Manaus, há dez dias ocupado por indígenas. A informação é da Agência Brasil.

O processo foi encaminhado ao cartório da vara, onde será feito um mandado com a ordem judicial de desocupação. O documento será entregue aos indígenas possivelmente nesta sexta-feira (19/6) por um oficial de Justiça local. A expectativa da Funasa é a de que a desocupação seja pacífica, mas deve ser requisitado o apoio da Polícia Federal para garantir a segurança e a ordem necessárias para o cumprimento da determinação da Justiça.

Um grupo de mais de 300 índios de várias etnias permanece há dez dias no prédio da sede da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), em Manaus. O cacique da aldeia Tauari de Autazes, Antônio Mota, informou que entre os índios que ocupam o prédio estão 100 mulheres e 50 crianças.

Em nota, a Funasa informou que a invasão do prédio, paralisando as atividades do órgão, trará prejuízo no atendimento à saúde de mais de 122 mil indígenas da região.

Revista Consultor Jurídico, 19 de junho de 2009, 18h59

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 27/06/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.