Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Segredo de Justiça

Jornal não pode veicular dados de Fernando Sarney

A Justiça do Distrito Federal proibiu o Grupo Estado de divulgar informações relativas a Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), que fazem parte da Operação Boi Barrica da Polícia Federal, que corre sob segredo de Justiça.

Segundo o editor-chefe do jornal Roberto Gazzi, o jornal vai recorrer. “Consideramos que há um valor constitucional maior que a liberdade de imprensa. O que estamos fazendo é divulgar uma informação de interesse público”, afirma.

De acordo com o jornal, a decisão faz com que o portal Estadão seja obrigado a suspender a veiculação dos arquivos de áudio relacionados à operação. As gravações revelaram ligações do presidente do Senado com os atos secretos da Casa.

O presidente da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), Maurício Azedo, disse que a decisão da Justiça é "absolutamente inconstitucional" e citou o parágrafo 2º do artigo 220 da Constituição Federal que "declara de forma expressa e incisiva que é vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística".

"O preceito constitucional não deixa margem a dúvida e é inadmissível que um magistrado de qualquer instância do Poder Judiciário atropele o texto constitucional como faz essa liminar que impede o Estado de S. Paulo de fazer referência e dar notícias sobre o senhor Fernando Sarney".

Azedo lamentou, ainda, que decisões aconteçam e estimulem decisões da mesma natureza. "O Poder Judiciário do Estado da Bahia proibiu o jornal A Tarde de sequer mencionar o nome de um juiz ao qual o jornal fazia citações da prática de irregularidades". Segundo o presidente da ABI, os juízes devem estar atentos de que "não estamos mais vivendo a ditadura".

Revista Consultor Jurídico, 31 de julho de 2009, 20h58

Comentários de leitores

3 comentários

irmandade do chiqueiro

hammer eduardo (Consultor)

Na revista Epoca que foi para as bancas neste final de semana , fica facil entender o "porque" de sua esselença ter tido tanta compaixão juridica por uma das ratazanas de linhagem direta do sarney , gra-imperador do merdalhão , digo , Maranhão.
Numa das paginas aparece uma foto padrão de casamento , no caso o da filha daquele bandoleiro do senado chamado de agaciel maia , nela aparecem os agacieis( existe o termo?) , o RATÃO-mor do sarney e quem , quem , quem?????? O simpatico e compreensivo desembargador , tutti buona gente!!!!
Vamos ver se o Estadão vai entrar com alguma representação contra este elemento que turva a seriedade da categoria tão importante para a Justiça.
Eta paiszinho mixuruca , será que um dia teremos HOMENS de verdade em cargo publicos ou continuaremos algumas gerações a mais tendo que aturar ratazanas, poltrões , corruptos e outras categorias obscuras que hoje pululam livremente? Que nojo heim? Que papelão seu "esselença"..........

nada como ter um "togado" na manga do colete......

hammer eduardo (Consultor)

Lamentavel decisão altamente retrograda que apenas deixa MUITO CLARO que essa CORJA DE MARGINAIS da "famiglia" sarney ainda dispoe de pontos apodrecidos de "apoio" em locais estrategicos da nossa desmoralizada magistratura. O negocio agora é ver o "nominho" deste grande colaborador das trevas que assinou esta estultice que particularmente , acho que não se sustenta. Como se pode ver de maneira bem clara , a censura NUNCA acabou completamente pois ainda pode eventualmente ser utilizada em momentos de intere$$e$ importantes envolvidos.
Esta novelinha suja envolvendo este bando de VAGABUNDOS daquele estadinho miseravel chamado de Maranhão ja esta indo muito alem do toleravel o que alem de ser uma pena , mostra que as oligarquias apodrecidas ainda vão muito bem obrigado. Falta agora o "sua esselença" que assassinou literalmente este papelucho explicar se vai censurar as demais publicações da Imprensa , pelo visto a proximidade com imbecis como o hugo chavez ja começa a provocar um contagio institucional bem pior do que os efeitos da gripe suina.
É pena que isto aqui não passe de um paiszinho entupido de poltrões , covardes e corruptos em geral pois em qualquer Zambia da vida , esta quadrilha maranhense ja estaria TODA atras das grades com os bens expropriados em nome do estado. O que se observa aqui no Brasil sil sil é este ESCARNIO com a opinião publica , desprezo pelas Leis e a certeza quase plena que "daqui a pouco todos cansam e a gente continua como sempre....". A que ponto chegamos! Agora o nescio nove dedos ja começa a desembarcar de forma pouco discreta da canoa fetida que envolve o mediocre escritor que entrou na ABL não se sabe como , afinal só escreve pasquins tambem. Paiszinho nojento esse nosso!

Está na hora do Estadão falar "segredos" do governo Lulla

A.G. Moreira (Consultor)

Quando se trata de Daniel Dantas, Maluf ou outros, não há censura ! ! !
.
Porquê teremos que poupar Sarney ? ? ?
Porque o Lulla dá ordens aos seus cumpanheiros do judiciário ? ? ?

Comentários encerrados em 08/08/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.