Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Carga pesada

MPF quer regulamentação para horário de motoristas

O Ministério Público Federal recomendou à Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) que regulamente a carga horária dos motoristas das empresas que fazem linhas interestaduais e internacionais. O objetivo do MPF é dar mais segurança aos passageiros. A ANTT tem 10 dias úteis, depois do recebimento do ofício, para responder a recomendação.

A ANTT alega que a jornada de trabalho dos motoristas nas linhas interestaduais e internacionais é regida pela legislação trabalhista. O MPF quer que a agência aplique o Código de Defesa do Consumidor para respeitar o direito à vida, à saúde e à segurança dos passageiros.

Segundo os procuradores da República Márcio Schusterschitz da Silva Araújo, de São Paulo, e Carlos Bruno Ferreira da Silva, do Espírito Santo, autores da recomendação, a medida foi feita na ótica dos consumidores. Para eles, as medidas são para que, por exemplo, não sofram um acidente em decorrência do cansaço do motorista.

Foi recomendado, ainda, que a agência regulamente meios que possam ficalizar se as empresas estão cumprindo o tempo de descanso dos motoristas antes de voltarem a pilotar o veículo. Com informações da Assessoria de Imprensa do Ministério Público Federal.

Revista Consultor Jurídico, 23 de julho de 2009, 17h40

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 31/07/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.