Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

MERCADO JURÍDICO

Escritório Bottini & Tamasauskas assessora Ajufe

Por 

A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) contratou o escritório Bottini & Tamasauskas Advogados para defender os juízes federais em processos administrativos, disciplinares e judiciais perante o Supremo, o Conselho Nacional de Justiça, o Conselho da Justiça Federal e os Tribunais Regionais Federais. A banca tem como sócios Pierpaolo Cruz Bottini, que foi secretário da Reforma do Judiciário no Ministério da Justiça; Igor Tamasauskas, ex-subchefe adjunto para Assuntos Jurídicos da Casa Civil da Presidência da República; e Marina Lopes Rossi, ex-assessora de subprocurador-geral da República.


Recrutamento
Há uma nova empresa de recrutamento de advogados operando no mercado brasileiro. De origem norteamericana, a Hudson Legal Talent trabalha para escritórios, departamento jurídicos e também para advogados que procuram recolocação profissional. Berta Papp é a representante da empresa no Brasil.


Crise nas empresas
Recuperação Judicial - Jeferson Heroico Com a crise financeira, o aumento nos pedidos de recuperação judicial no primeiro semestre no ano foi expressivo. O mês de março foi o mais movimentado, com 67 pedidos, de acordo com pesquisa da Equifax. Em 2008, o mês que registrou o maior número foi dezembro: 42. Nos 12 meses do ano passado, 285 empresas requeriam a recuperação judicial. Em 2009, nos seis primeiros meses, 253.

O número de recuperações judiciais deferidas também aumentou. De 120, no primeiro semestre de 2008, para 198 no mesmo período deste ano. O escritório Emerenciano, Baggio e Associados – Advogados administra atualmente 14 empresas em recuperação, com planos de pagamento aos credores que vão desde percentual do faturamento, dação de ativos para pagamento da dívida até criação de novas empresas, de acordo com o sócio Sergio Emerenciano.


Fundos de investimento
O Barcellos Tucunduva Advogados, escritório especializado em Direito Empresarial, fechou o primeiro semestre de 2009 assessorou estruturações de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDCs) no valor de R$ 850 milhões junto a Comissão de Valores Mobiliários. Segundo o sócio do escritório José Luis Leite Doles, esta é uma ferramenta eficaz para captação de recursos a custos mais atraentes do que os oferecidos pelo mercado. A empresa interessada em investir tem de ter no mínimo R$ 300 mil no mercado financeiro. A cota mínima de aplicação é de R$ 25 mil.

“Com restrição e encarecimento do custo do crédito, muitas empresas, principalmente as de médio e pequeno porte, têm cedido recebíveis para os FIDCs como um meio alternativo para a manutenção e expansão de suas atividades”, explica Doles.


Mercado de capitais
O Machado, Meyer, Sendacz e Opice assessorou os bancos envolvidos na oferta inicial de ações da Visanet. A operação levantou mais de R$ 8,3 bilhões, o maior IPO do mercado de capitais mundial em 2009 e o maior da história brasileira até hoje, de acordo com o escritório. Atuam na operação pelo escritório os advogados Flavio Meyer (sócio), Bruna Passos Piagentini e André Thiollier (associados).


PELAS SOCIEDADES

► Para criar um centro processual de digitalização de processos, aumentar a biblioteca e a sala de seus advogados, o escritório José Marcos Gomes e Advogados mudou de endereço. A banca continua no centro do Rio de Janeiro, mas agora ocupa dois andares para atender na área de contencioso cível.

► A advogada Juliana Oliveira Domingues, do escritório L.O. Baptista Advogados, organizou o livro Estudos de Direito Econômico e Economia da Concorrência. A obra conta com artigos de advogados, economistas e professores do cenário econômico e jurídico nacional. O coquetel de lançamento será no dia 29 de julho, às 19h30, na Saraiva MegaStore do Shopping Pátio Higienópolis, em São Paulo.

► Advogado especialista em Direito do Consumo e Contratos, Bruno Boris fala sobre os aspectos polêmicos dos contratos de cartão de crédito no Simpósio da Comissão do Jovem Advogado da OAB-SP. O debate será com os advogados João Emmanuel Cordeiro Lima e Thais Toschi. A palestra começa às 9h30 do dia 31 de julho, na sede da OAB.

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 22 de julho de 2009, 9h00

Comentários de leitores

1 comentário

Santo de casa não faz milagres?

PM-SC (Advogado Autônomo - Civil)

Não duvido nem um pouco da capacidade profissional dos profissionais desse escritório de advocacia.
Todavia, apenas para argumentar, será que não existem juízes aposentados associados da AJUFE, que poderiam defender os interesses jurídicos dos seus associados e da entidade?
Aqui em Santa Catarina, juízes aposentados, associados da AMC e no pleno exercício da advocacia, defendem com notável saber jurídico os interesses dos associados perante quaisquer tribunais.
Aguardo algum comentário a respeito do assunto, para que eu possa aquilatar a base da minha até agora opinião isolada.

Comentários encerrados em 30/07/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.