Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Base em súmula

STF nega liberdade a acusado de tráfico de LSD

O Supremo Tribunal Federal arquivou o pedido de Habeas Corpus de estudante que responde preso pela acusação tráfico de LSD. O ministro Celso de Mello aplicou a Súmula 691 que impede o Supremo de analisar esse tipo de pedido quando feito contra decisão liminar de tribunal superior. A defesa do estudante já havia entrado com outros pedidos de liberdade, negados liminarmente, no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e no Superior Tribunal de Justiça.

Celso de Mello afirmou que essa Súmula pode ser superada “em hipóteses nas quais a decisão questionada divirja da jurisprudência predominante nesta Corte ou, então, veicule situações configuradoras de abuso de poder ou de manifesta ilegalidade”. Segundo ele, “o exame dos presentes autos, no entanto, evidencia que não se registra, na espécie, situação de flagrante ilegalidade ou de abuso de poder, cuja ocorrência, uma vez constatada, teria o condão de afastar a incidência da Súmula 691”.

Detido em flagrante, o estudante teve sua prisão preventiva determinada pela 3ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, quando a denúncia do Ministério Público Federal foi recebida. Para a defesa, o decreto de prisão não indica qualquer fato concreto da periculosidade do estudante. Com informações da Assessoria de Imprensa do Supremo Tribunal Federal.

HC 99.988

Revista Consultor Jurídico, 21 de julho de 2009, 5h33

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 29/07/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.