Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Processo digital

Justiça de RO promete informatização até outubro

O Judiciário de Rondônia está expandindo o Processo Judicial Digital (Projudi) por todas as comarcas do estado. O sistema proporciona o acesso imediato aos processos, promete acabar com a burocracia e fornecer mecanismos necessários para o desenvolvimento das atividades com eficiência.

Hoje em Rondônia, das 22 comarcas instaladas, apenas Machadinho D' Oeste, Alta Floresta D' Oeste, Costa Marques e Alvorado D' Oeste ainda não foram atendidas. De acordo com a Coordenadoria de Informática do Tribunal de Justiça (Coinf), até o final de outubro deste ano, o processo judicial digital será implantado em todos os Juizados do estado.

“Empenho e muita dedicação.” Estas são as palavras escolhidas pela presidente do Tribunal de Justiça de Rondônia, desembargadora Zelite Andrade Caneiro, para definir a receita do que tem sido feito para diminuir expressivamente a morosidade no Judiciário estadual.

A desembargadora disse que para atender às metas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) o Poder Judiciário de Rondônia tem empenhado muitos esforços, destacando-se as ações do Projudi, para atender com presteza toda a demanda atual. “É impossível pensar no Judiciário de hoje sem o processo virtual. Seria um retrocesso. Aqui em Rondônia o nosso foco tem sido ampliar a qualidade da Justiça oferecida à sociedade. Com o Projudi estamos economizando tempo, papel e otimizando os recursos humanos.”

Para o juiz Guilherme Ribeiro Baldan, o Projudi é sem dúvida uma excelente ferramenta. “O processo eletrônico tem duas grandes vantagens no meu ponto de vista. Ele é totalmente transparente, haja vista que os processos tramitam via web, com acesso de qualquer pessoa habilitada, de qualquer lugar, além de acabar com o tempo morto do processo. Não é necessário bater carimbos, fazer juntada de documentos, utilizar furador. Acaba também toda aquela burocracia necessária ao processo físico e que gera um tempo não útil para o processo”, ressaltou Baldan.

Trabalho dos advogados
Segundo o advogado Carl Teske Júnior, o Projudi tem sido de grande valia em sua rotina de trabalho. Ele explica que a eliminação destes procedimentos burocráticos é um grande ganho para o Judiciário estadual. “O processo virtual tem me ajudado muito. Do meu escritório preparo petições e, quando chego na audiência, está tudo pronto. Com a facilidade estabelecida pelo Projudi temos uma Justiça mais ágil.”

Para os advogados utilizarem o Projudi, é necessário que estejam cadastrados. Este procedimento deve ser efetuado nos Juizados Especiais do estado. Com informações da Assessoria de Imprensa do Tribunal de Justiça de Rondônia.

Revista Consultor Jurídico, 14 de julho de 2009, 7h21

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 22/07/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.