Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Vez das mulheres

Deborah é a primeira procuradora a atuar no STF

Procuradora-geral da República em exercício, Debora Duprat, na sessão plenária de encerramento do semestre forense - U.Dettmar/SCO/STFPela primeira vez na história do país, uma mulher participou de uma sessão do Supremo Tribunal Federal na qualidade de procuradora-geral da República. Nesta quarta-feira (1º/7), a subprocuradora-geral da República Deborah Duprat de Britto Pereira quebrou esse paradigma ao ocupar o posto interinamente desde a saída de Antonio Fernando Souza, na última segunda-feira (29/6).

A carioca Deborah Duprat permanecerá no cargo de procuradora-geral da República até o Senado Federal sabatinar e aprovar a indicação do subprocurador-geral Roberto Gurgel para a vaga. A escolha foi feita na última segunda-feira (29/6) pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Como procuradora da República de segunda categoria, Deborah Duprat exerceu as funções de representante do MPF na apuração das sessões eleitorais da 1ª Zona Eleitoral e foi membro da Comissão Permanente de Atuação na Defesa dos Interesses Indígenas.

Em dezembro de 1989, ela foi promovida à procuradora de primeira categoria e, em maio de 1993, ao cargo de procurador regional da República. Naquele mesmo ano, ela exerceu, em substituição, a Coordenadoria de Defesa do Meio Ambiente e dos Direitos do Consumidor. No ano seguinte, também em substituição, foi coordenadora da Coordenadoria de Defesa dos Interesses Difusos e Coletivos.

De 1994 a 1996, ela foi membro da 7ª Câmara de Coordenação e Revisão (consumidor e minorias) e, de 1997 a 2004, da 6ª Câmara de Coordenação e Revisão (populações indígenas e minorias étnicas). Em dezembro de 2003, foi promovida, por merecimento, ao cargo de subprocurador-geral da República. Desde maio de 2004, ela vem exercendo o cargo de coordenadora da 6ª Câmara de Coordenação e Revisão. Com informações da Assessoria de Imprensa do Supremo Tribunal Federal.

Revista Consultor Jurídico, 1 de julho de 2009, 17h26

Comentários de leitores

2 comentários

Atitude

Heloísa H. F. Rosa (Advogado Assalariado - Empresarial)

Acredito que muito orgulho dá aos brasileiros o fato de a Dra. Deborah Duprat ocupar, mesmo que interinamente, o cargo de procuradora geral da república. Pelo trabalho de sua carreira, bem como o que tem apresentado em atual cargo interino, deveria mesmo permanecer. Com certeza os assuntos que todos preferem deixar comodamente embaixo do tapete seriam muito bem encaminhados.

visao sexista

daniel (Outros - Administrativa)

se continuarmos com esta visão sexista da justiça em breve vamos ter cotas para homossexuais, lésbicas e transexuais...

Comentários encerrados em 09/07/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.