Consultor Jurídico

Comentários de leitores

12 comentários

O caiçara, sabe como uma pessoa se torna ba...

Junior (Outros)

O caiçara, sabe como uma pessoa se torna bandido, quando ela sai da cadeia e sua ficha continua na poliça, e quando o Delegado precisa justificar seu trabalho devido a muitos crimes na sua área ele pega um "bucha" manda assinar um reconhecimento fajuto coloca o nome de alguém que acabou de sair da cadeia, então, ele manda um miseravel para cadeia, e, como a vítima não vai ficar frente com o acusado na audiência criminal, pelo artigo 217 CPP, então, o "bucha" pau mandado da poliça acusa alquem num Auto de REconhecimento sem nunca ter visto o acusado, isso é fácil, sou poliça e já vi fazerem isto, vc não conheçe a poliça quando quer mostrar trabalho seu mané, cuidado não confia e não fique do lado errado, converse com o Dr. Zacharias Torom que ele irá te mostrar um monte de Erro Judiciário que vc seu ..... não sabe e fala M

Alo Caiçara, o autônomo, o que vc é afinal, E...

Junior (Outros)

Alo Caiçara, o autônomo, o que vc é afinal, Engenheiro, Médico ou Advogado, porque se vc é advogado não conheça a nossa justiça, onde a poliçada fabrica bandido, ou seja, se o cara trás oite papelotes a poliça coloca 50, salvo se rolar uma merenda, e aí caiçara, vc já advogou no crime, parece que não, o próprio judiciário já reconheceu que 30 % dos presos são inocentes, o problema que provar sua inocencia diante da poliça, quando se trata de pobre, negro e favelado, hoooo meu amigo é complicado, já foi parado na madrugada voltando para casa, veja o que o policial Granda vez a Quinze anos atrás, ele deu um tiro pelas costas num trabalhador só porque o cara era negro e saída da favela, portanto Caiçara, deixa de ser demagogo e fique do lado certe seu idiota, fica do lado do Estado que um dia vc pode ser vítima para que o Estado mostre que trabalha mané. Já viu que os Guardas Metropolitanos fazem com camelô, então imagine a poliça com o pobre, na favela e marcos de comunidade carente quem não tem carteirada se Fde.

Eta povo reacionário! Roberto Lyra (que dispens...

Efebeeme (Advogado Autônomo)

Eta povo reacionário! Roberto Lyra (que dispensa apresentaçoes) dizia para os promotores: "Antes de pedir a prisao de alguem, passe um dia na cadeia". Vcs já passaram um dia presos para dizer? Ao menos conhecem nossas cadeias? E nao to falando de cadeia especial, onde ficaria a grande maioria que comenta aqui. To falando das nossas masmorras, campo de concentração para pobres, depósito dos dejetos sociais. Parece que veem a cadeia como uma colonia de férias, onde fica um monte de gente a toa, conversando no celular, jogando baralho, com visita intima no final de semana. Isso fica claro no comentario do caiçara. Portanto, primeiro fiquem um dia presos, ou ao menos visite um desses cativeiros estatais, antes de vir com xurumelas!

Indulto de natal, visita intima, futebol, telef...

caiçara (Advogado Autônomo)

Indulto de natal, visita intima, futebol, telefone celular, lap-tops, "pasta" e personal trainer (vide o Beira-Mar), livros, sombra e agua fresca.... Só 6 palavras sobre o indulto: Brasil, o país da tolerância mil!

Ronaldo: Não é só no Paraná que é assim, em ...

Kristofer Willy (Advogado Assalariado - Trabalhista)

Ronaldo: Não é só no Paraná que é assim, em SP acontece a mesma coisa!

Com toda a razão o Dr Lélio! Aqui, no Paraná, t...

Ronaldo dos Santos Costa (Advogado Sócio de Escritório)

Com toda a razão o Dr Lélio! Aqui, no Paraná, temos uma situação emblemática, pois não há Casa do Albergado, sendo que os condenados ao cumprimento de pena em regime aberto o fazem em suas residências. Ocorre que não há fiscalização alguma, pois quase não há Oficiais de Justiça para cumprir alvarás de soltura, quanto mais para fiscalizar situações não previstas em lei.É assim caminha a humanidade!

é preciso informatizar a execuçao penal para qu...

daniel (Outros - Administrativa)

é preciso informatizar a execuçao penal para que estes direitos sejam calculados automaticamente!!!

Indulto, saída temporária e livramento condicio...

Educação Financeira para Todos (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

Indulto, saída temporária e livramento condicionais têm o seu valor. O problema é a total falta de controle do Estado nesses casos deixando a população a mercê da "sorte". Já deveria ter sido criada a figura do "oficial da condicional" no Brasil para acompanhar e fiscalizar eventuais saídas. Hoje a coisa é sem controle nenhum.

O indulto é fenômeno que induz, na prática, a ...

Rossi Vieira (Advogado Autônomo - Criminal)

O indulto é fenômeno que induz, na prática, a esperança do preso de livrar-se solto e restituir sua vida. No complexo universo das prisões serve ao Estado para o esvaziamento das cadeias superlotadas.Aqui e no mundo. Quanto as drogas, não é de hoje que assumo uma postura absolutamente libertária.O problema não é o uso, mas o abuso das drogas; assim a conduta humana que prejudica terceiros com o abuso da droga deveria ser punido, mas nunca o uso e "o tráfico privilegiado". O problema maior é que as cadeias, reflexo da sociedade, também possuem sua Rede de tráfico, e é comum, especialmente no Brasil, um usuário de maconha- eventualmente preso por tráfico- tornar-se dependente de cocaína ou crack na cadeia, ou até ao traficante de profissão tornar-se o Dono do ponto na prisão e ganhar milhões com o comércio ilegal. Porque na prisão não há polícia. Na prática, em nenhum lugar do mundo se venceu a guerra contra o comércio das drogas, isso porque a alma humana não tem limites à proibição e sempre buscará o alimento necessário a seu auto- conhecimento, para o mal ou para o bem.Melhor seria outra metodologia para o comérico das drogas- como se faz, por exemplo, com a droga denominada Ayhuaska ( ou Daime), substância indígina da Amazônia lícita usada sob o controle dos próprios usuários - potente droga alucinógena similar ao LSD. Ou não indo longe, drogas como álcool vendidas livremente e sem controle. O Estado quando invade a privacidade humana e escolhe o que se pode e se deve usar, através de representantes do povo, parece-me absolutamente autoritário. Mas , como disse Prof. Toron é um começo auspicioso na tarefea corajosa e necessária a mudança de mentalidade nessa parte. Otávio Augusto Rossi Vieira, 42 Advogado Criminal em São Paulo

Concordo com "Santa Inquisição" em relação à su...

Adolpho Bergamini (Advogado Associado a Escritório)

Concordo com "Santa Inquisição" em relação à supressão do indulto natalino. De fato é um absurdo permitir que presos condenados saiam no final do ano, tanto assim que os jornais estão recheados de notícias de pessoas que não voltam aos presídios. O caso mais emblemático (e recente) é de Hosmany Ramos, que declarou aos jornais que simplesmente não voltaria à prisão. É certo que presos devem ter estímulos para se reabilitarem, mas tudo deve ser feito na prisão (trabalhos, atividades sociais, desenvolvimento de talentos, etc). A sociedade não pode estar sujeita a pessoas condenadas, simplesmente não é certo: pode custar vidas (literalmente).

Somente direi o que o autor do artigo te disse ...

Efebeeme (Advogado Autônomo)

Somente direi o que o autor do artigo te disse em outra ocasiao: "Quanta burrice, Santa Inquisição!".

O indulto natalino deveria ser suprimido da leg...

SANTA INQUISIÇÃO (Professor)

O indulto natalino deveria ser suprimido da legislação, assim como as demais benesses, por consistirem em indevida interferência do Executivo no Judiciário. Pena é sanção, castigo, penitência e, como tal, deve ser mantida em sua integralidade, sob pena de se tornar ineficaz. Abaixo o Direito Penal do "Amigo"!

Comentar

Comentários encerrados em 16/01/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.