Consultor Jurídico

Comentários de leitores

24 comentários

Deixemos a biografia

Republicano (Professor)

O discurso não pode ser vazio, pra platéia. É preciso ser firme e independente principalmente em fundamentais assuntos. Deixemos a biografia quando o assunto é o futuro do país. Excesso de tudo é prejudicial à democracia, inclusive da imprensa.

Viva Bakunin

Republicano (Professor)

Imprensa totalmente livre é bom pra quem não teve imagens de filho ou mãe algemados em horário nobre. Pimenta nos olhos dos outros não arde. Aliás, os ministros do STF se esquecem, na sua maioria, que o chicote muda de mãos, não é mesmo? O próprio min. Celso de Mello teve comentários "estranhos" contra si no livro Código da Vida, de Saulo Ramos. Não se pode confundir liberdade com libertinagem. Viva Bakunin.

SFT protege corrupto

JCláudio (Funcionário público)

Então, mais uma vez o SFT e ALGUNS Ministros privilegiaram um cretino que usa a condição de ser filho de um político, para lá de suspeito, para obter benifícios escusos. Quem poderia esperar outra decisão do STF senão o benefício do segredo de justiça para um messalina. Mais uma vez, fica evidente que o STF para certas horas é muito bom para aplicar certas decisões, mas em outras ocasiões é favor dos delinquentes. Esta decisão é um golpe na democracia, mesmo que considerem inadequado o instrumento de defesa do Jornal, mas com certeza por trás desta decisão tem algo mais e é muito estranho este tipo de postura. Será que existe algum mensalão por lá? Isto tem o dedo da influência do coronelismo maranhense, ou melhor dizendo a mão. É o fim da picada. Infelizmente ficaremos sem saber o que realmente aquela eminência parda tem a esconder, com certeza coisa boa não deve ser. Portanto VIVA A IMPUNIDADE.

Nada entendo!

Neli (Procurador do Município)

Nada entendo!
Se não existe lei ,de imprensa,segundo o STF,qualquer juiz pode proibir a publicação de reportagens sobre A,B ou C?
E,se isso não for censura prévia é o quê,heim?
Aliás, tb não consigo compreender:se o TJDF era incompetente para apreciar a ação/medida e foi encaminhado para o MA,então,pq prevalecer a liminar?
Nem lendo as manifestações dos doutos magistrados do STF consegui compreender.
Às vezes penso que o rol contido no art. 5º da Constituição Nacional é tão inócuo...

Comentar

Comentários encerrados em 18/12/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.