Consultor Jurídico

Entrevistas

Lições do passado

A história do Direito é a história do Brasil

Comentários de leitores

7 comentários

Professor Doutor:E a Justiça do Trabalho...Faltou???

Mig77 (Publicitário)

São 3.500.000 (tres milhões e meio) de reclamações trabalhistas por ano.Advogados pilantras, reclamantes e reclamadas picaretas, essa Justiça do Trabalho que extermina pequenas empresas,cria facções criminosas, desemprego, imoralidade, fome, desesperança e quem ganha com isso:Juizes, advogados e governo.Fale algo Professor.Cite Rui Barbosa cujo Forum da Vergonha leva seu nome.Um acinte a decência e uma desonra a sua figura...

Quanto a Ruy...

Armando do Prado (Professor)

Oportunista a serviço dos ingleses. Como pagamento recebeu o marketing que o imortalizou.

O maior jurista brasileiro

Armando do Prado (Professor)

Tinha nome e sobrenome: Pontes de Mirando. O resto, bem o resto...

Cássio (em boa hora!)

toron (Advogado Sócio de Escritório)

Independentemente do que o entrevistado tenha dito sobre Rui Barbosa, o fato é que a entrevista tem grande valor. Remexendo no nosso passado, põe luz no nosso futuro. Penso que Cássio tem dado uma contribuição muito grande com seus trabalhos e, mnais do que resgatar nosso passado, abre caminhos para modernização do nosso dia-a-dia no mundo jurídico.
Alberto Zacharias Toron, advogado, Secretário-Geral Adjunto do Conselho Federal da OAB

Bobagens sobre Rui na entrevista

Sunda Hufufuur (Advogado Autônomo)

Teixeira de Freitas é nome elogiadíssimo por todo estudioso, assim como Clovis recebe também elogios não só por sua redação do Código Civil (em torno do que houve polêmica na qual inclusive saiu vencedor contra Rui) bem como é conhecido como filósofo.
.
Acerta também o entrevistado ao comentar sobre a especialidade tacanha dos juristas atuais, incomparáveis, por isso, com a cultura de dimensão universal dos jurisconsultos de outrora.
.
Não obstante, é rematada bobagem dizer que Rui é mais conhecido por seu marketing. Ora, Rui é conhecido por suas contribuições ao direito como a teoria brasileira do habeas corpus, suas intervenções em casos famosos como o "crime de interpretação" ou então o "caso do Amazonas" (este com um arrazoado de 21 volumes só na exordial que virou um verdadeiro tratado sobre matéria) e principalmente sua atuação prodigiosa em Haia, na qual sustentou a moral que aponta a distinção entre o direito e a força chancelando a igualdade jurídica dos Estados soberanos independentemente de seu Poder, relevando assim o papel civilizador do Direito.
.
Ignorar o lastro dessas atuações gloriosoas para dizer que Rui deve a superioridade de sua fama ao puro marketing é uma bobagem tão completa que se volta contra quem o diz, ou seja, parece que ele sim, está fazendo marketing de si mesmo ao causar polêmica com besteiras.
.
Ninguém há de negar a estatura dos outros nomes citados, mas a verdade é que eles pouca expressão tiveram fora das questões internas do direito pátrio, enquanto que Rui projetou o direito como expressão de um dever universal entre os povos, sustentou grandes bandeiras da liberdade, etc.
.
E Miguel Reale? Nenhuma palavra?
.
A entrevista é boa, mas deve-se ter cuidado com a língua solta porque ela pode se enrolar.

Bobagens sobre Rui na entrevista

Sunda Hufufuur (Advogado Autônomo)

Teixeira de Freitas é nome elogiadíssimo por todo estudioso, assim como Clovis recebe também elogios não só por sua redação do Código Civil (em torno do qual houve polêmica na qual inclusive saiu vencedor contra Rui) bem como é conhecido como filósofo.
.
Acerta também o entrevistado ao comentar sobre a especilaidade tacanha dos juristas atuais, incomparáveis, por isso, com a cultura de dimensão universal dos jurisconsultos de outrora.
.
Não obstante, é rematada bobagem dizer que Rui é mais conhecido por seu marketing. Ora, Rui é conhecido por suas contribuições ao direito como a teoria brasileira do habeas corpus, suas intervenções em casos famosos como o "crime de interpretação" ou então o caso do Amazonas (este que com um arrazoado de 21 volumes só na exordial virou um verdadeiro tratado sobre matéria) e principalmente sua atuação prodigiosa em Haia, na qual sustentou a moral que aponta a distinção entre o direito e a força chancelando a igualdade jurídica dos Estados soberanos e o papel civilizador do Direito.
.
Ignorar o lastro dessas atuações gloriosoas para dizer que Rui deve a superioridade de sua fama ao puro marketing é uma bobagem tão completa que se volta contra quem o diz, ou seja, parece que ele sim, está fazendo marketing de si mesmo ao causar polêmica com bobagens.
.
Ninguém há de negar a estatura dos outros nomes citados, mas a verdade é que eles pouca expressão tiveram fora das questões internas do direito pátrio, enquanto que Rui projetou o direito como expressão de um dever universal entre os povos, sustentou grandes bandeiras da liberdade, etc.
.
E Miguel Reale? Nenhuma palavra?
.
Enfim sa entrevista é noresto excelente, mas tome cuidado com a língua solta porque ela pode enrolá-lo.

boa entrevista

analucia (Bacharel - Família)

boa entrevista

Comentar

Comentários encerrados em 4/05/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.