Consultor Jurídico

Notícias

Briga no STF

Fadesp repudia atitude de Joaquim Barbosa

Comentários de leitores

  • Página:
  • 1
  • 2

21 comentários

Mais do mesmo.

Lala (Servidor)

Ao apoiar as atitudes do presidente do STF, os advogados de São Paulo só fizeram o sempre fazem. Apoiam os mais fortes. Nunca tive acesso a nenhum manifesto de apoio a população brasileira por estar ser substraída em seus direitos. Não conheci nada que mostrasse que os causídicos estivessem apoiando o povo e tentando fazer com que voltemos a sentir orgulho do país, com por exemplo: minimizar a pobreza, participar de um mutirão para diminuir o número de presidiários inocentes, apoiar realmente quem precisa de apoio que é a população. Um adendo, não sou advogada.

Botequim Barbosa e Brancaleone

Sunda Hufufuur (Advogado Autônomo)

Hoje compreendemos o caráter preciso das investidas dos cães de guarda da esquerda contra a nomeação de Gilmar Mendes. Não era somente oposição a FHC, mas um vislumbre profético da legalidade que incomoda o projeto totalitário daqueles que, em nome da virtude empreitam um regime que aos poucos abole a individualidade sob o pálio da mentira chamada “bem comum”.
.
Na proa dessa articulação intelectual, que trata de promover uma subterrânea transmutação dos valores há intelectuais como Dalari ou Sader, mas na cauda deles vai a soldadesca papagaia que cuida somente de repeti-los, formando um vozerio tal que finalmente transmuda-se em lugar comum aquilo que deformadamente engendraram, tal como se verdade fosse.
.
Abaixo vemos entre os comentaristas um extrato desse exército de Brancaleone da moral, aqueles que de modo capenga e intelectualmente aleijado, em imbecil maniqueísmo apóiam o Ministro Botequim Barbosa, assim transformado em “messias do Judiciário” porque repetiu o credo deles (Botequim Barbosa porque a bravataria por ele cuspida é própria de uma conversa de botequim).
.
Entre os versículos desse credo há coisas como “justiça é expressão da classe dominante”, “justiça é prender rico”, “justiça é colocar na cadeia de imediato tão somente por haver indícios de autoria” (lembrem-se do hilário Protógenes reclamando que Dantas não está preso só porque já há uma sentença ignorando o art. 594 do CPP), “combate à corrupção justifica o atropelo das garantias e direito fundamentais” e, é claro, “a pobreza alarmante do Brasil é agravante no crime de qualquer rico, ainda que seja bater na esposa".

(continução do comentário acima)

Sunda Hufufuur (Advogado Autônomo)

Aliás, já andaram acusando o Ministro Botequim Barbosa de ter batido na esposa feito – fosse pela dele, ele mesmo deveria ter sido posto a ferros tão somente por sair na imprensa!
.
Gilmar Mendes nos recorda que ainda há juízes neste país, mesmo com todo esse pífio exército de papagaios e intelectuais stalinistas, escudando suas decisões com a Constituição. A legalidade incomoda o exército de Brancaleone abaixo, não?

CAUSAS DA NOTA

Pedro Afonso Gomes (Economista)

Não sou advogado, por isso não sou contra, nem a favor da nota, pois só os advogados poderiam reclamar.
Mas entendo que, em favor da sociedade, a FADESP deveria explicitar a razão de ser se manifestado sobre assunto em que não foi perguntada.
Caso contrário, vai ficar a impressão de que é porque o ministro Joaquim Barbosa não recebe advogados em seu gabinete (prática dele com o que não concordo, mas entendo, especialmente sabendo quantos altos ex-magistrados circulam no STF).

Pesquisa do Estadão

Ricardo (Auditor Fiscal)

Pobre do povo que apóia esse tipo de comportamento.
De se lembrar que Hitler também teve o apoio do povo alemão quando conquistou o poder na Alemanha nos anos 30.

GILMAR DANTAS SAIA AS RUAS E NÃ VOLTA MAIS AO STF.

Luiz P. Carlos (((ô''ô))) (Comerciante)

Manifestantes protestam contra Mendes em frente ao Supremo.
http://ultimainstancia.uol.com.br/new_site/novonoticias/MANIFESTANTES+PROTESTAM+CONTRA+MENDES+EM+FRENTE+AO+SUPREMO_63499.shtml

ADVOGADOS SEM PROCURAÇÃO

rogério lima (Estudante de Direito - Consumidor)

Diferentemente do que pensa o delegado Prótogenes, acho este espaço (CONJUR), democrático e de grande importância. De certo modo, acabamos comentando acerca de comentários de leitores e não do texto propriamente.
Portanto, ficou bastante feio e dececepcionante para o poder judiciários brasileiro, a briga infantil dos ministros Joaquim Barbosa e Gilmar Mendes. O primeiro, pouco sábio, porque a bíblia em provérbios diz que até os estutos quando se cala é tido por sábio e este faz-nos desistir de admirá-lo e tê-lo como referência no direito. Principalmente, como guardiões da constituição. Ambos possuem notório saber jurídico. Mas, ameaçam perder a reputação ilibada, a descência, a ética e, sobretudo, aprender que, elogio de dar em público e repreensão e divergências do campo pessoal,ajusta-se em particular.
Rogério Lima
Bacharelando em Direito.

Papelão

Armando do Prado (Professor)

Nem os "3 patetas" fariam pior (ou seria melhor?) o papel representado pela Fabesp.

Pesquisa do Estadão que apoia GM

Armando do Prado (Professor)

Estadão no afã de agradar o supremo, pesquisou quem tem razão. Com toda parcialidade, eis o resultado também parcial?
Joaquim Barbosa - 2942 votos - 87%
Gilmar Mendes - 214 votos - 6%
Os dois - 23 votos - 1%
Nenhum dos dois - 216 votos - 6%
Como se diz, contra fatos não tem argumentos...facciosos.

PARABÉNS MINISTRO JOAQUIM BARBOSA

Valdemiro Ferreira da Silva (Advogado Autônomo)

Discordo da nota, dou o meu total apoio ao nobre ministro Joaquim Barbosa.

mesmas palavras

Senhora (Serventuário)

Faço minhas as palavras da FADESP, mas logicamente seriam dirigidas ao dignissimo Min. Joaquim Barbosa.
Todo Poder emana do povo e em nome dele deve ser exercido. Será que Gilmar Mendes sabe o que esta frase significa?

Tendência para Mendes tendencioso

Nado (Advogado Autônomo)

O que espanta na matéria é a tendência em favor de Mendes. Todos sabemos que para decretar ou manter a prisão preventiva o juiz aplica a subjetividade na sua decisão. Essa subjetividade não pode ser anulada, mas muito menos pode prevalecer sobre a objetividade ou a lógica da prejudicialidade. No caso de Dantas, Mendes fez as duas coisas: negou a subjetividade do juiz que decretou a prisão e massacrou a lógica da prejudicialidade que restava ligada à objetividade da prisão, que ele revogou, sem nenhuma razão que pudesse ser maior a ponto de justificar tal medida reformatória. Então, tanto Mendes como a mídia, assim como os criminalistas que tratam a Justiça como balcão de negócios, e que sabem adular, vieram com a conversa da regra geral que deve ser aplicada a todos os cidadãos ou a todos os casos, só que a lei autoriza que, pela subjetividade, a qual deve vigorar em favor da segurança jurídica (colocada abaixo por Mendes), o juiz decretante trate cada caso como um caso, de acordo com o potencial de prejuízo à ordem pública. MENDES ERROU E PROVOCOU INSEGURANÇA JURÍDICA SIM! Agora, para Barbosa falta estudo, principalmente quanto ao Direito Processual, e maior controle emocional sobre o embate das diferenças. Temos que pensar no mal psicológico que todos nós impusemos à população com maior dosagem genética de origem africana, mas esta parcela do povo também não pode chamar a si a eterna figura de vítima, querendo que a geração atual assuma erros das anteriores.

Mesmas baixarias.

João G. dos Santos (Professor)

Os que ofendem o Ministro Gilmar Mendes cometem as mesmas baixarias de J. Barbosa. Acusam por acusar, sem base fática e sem compromisso com a verdade. Isso é Brasil, o grande bananal.

A UNIÃO FAZ A FORÇA

SANTA INQUISIÇÃO (Professor)

Já é chegada a hora de todos se unirem, junto com a PF, MPF e JOAQUIM BARBOSA, no combate ao crime. Inclusive a FADESP, que deveria orientar os advogados a pressionarem seus clientes a confessarem e a delatar, sob pena de prisão preventiva até o trânsito em julgado de sentença condenatória ou absolutória. E devem se abster de impetrar HC. Creio que, com essa fórmula, a ser chancelada pelos juízes de todos os graus, haverá drástica redução da criminalidade. Poderão, assim, até mesmo os advogados andar pelas ruas e serem cumprimentados pelo povo. "ALEA JACTA EST"!

asquerosos babadores de ovo!

hammer eduardo (Consultor)

A vontade de pegar a Gatling e sair pra cima dessa nauseante massa de puxadores de saco é grande mas as vezes é mais conveniente assinar em baixo de comentarios inteligentes e IRRETOCAVEIS como o do Dr.Ricardo Cubas que aproveitou o gancho para transcrever aqui uma materia quentissima do Jornalista Lauro Jardim , ah , ja sei , as senhoritas "nervositas" se BORRAM de medo da maldita Imprensa que esta sempre por perto a atrapalhar e a denunciar as falcatruas e bandalheiras que rolam mais facilmente se a plebe ignara desconhecer o assunto por completo. Esta "tchurminha" deve sentir saudades incomensuraveis de "grande vultos" da historia como Goebells que mandou queimar livros naquele episodio na terra e nos tempos do "Titio Adolfo". Pior do que esta nota repugnante da "associação dos puxadores de saco unidos em prol do bem comum"(deles é claro!) , foi a "nota" dos demais participantes daquele cirquinho da capa preta que se "solidarizaram" com o seu FUHRER que ataca tudo e a todos e tem em seu perfil uma compulsiva necessidade de aparecer , seja la de que forma for, pena que o glorioso Velho Guerreiro CHACRINHA ja faleceu senão certamente ele ia la tentar ser buzinado. As acusações do Digno Ministro e NEGÃO na visão racista mal-disfarçada deles ja foi amplamente divulgada na grande Imprensa que acusou abertamente o irmão do "sua esselença" de comandar um grande esquema de sonegação e bandalheiras com frigorificos do Mato Grosso do Sul, toda vez que a coisa "ameaça" feder , "sua esselença" dá um pulinho de Brasilia ate la para com a força de sua GRANDE figura publica provocar o necessario constrangimento dos eventuais reclamantes. Essas "notas de solidariedade" são no minimo NOJENTAS , ADESISTAS , COVARDES e OPORTUNISTAS. blearghhhhh.....

A voz do povo é a voz de deus

Ricardo Cubas (Advogado Autônomo - Administrativa)

Contra fatos não há argumentos.
Joaquim Barbosa anda na rua e é saudado pelo povo
O ministro Joaquim Barbosa, depois da discussão com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, passou pelo teste das ruas, de acordo com o colunista da revista Veja, Lauro Jardim. “Ao final da refeição, de sua mesa até a porta teve que parar em todas mesas por que passou: os comensais levantavam-se estendiam-lhe as mãos e mandavam um “parabéns” ou um “muito bem, ministro”, de acordo com o jornalista. Ele informa que Barbosa almoçou no tradicional Bar Luiz, restaurante no centro do Rio de Janeiro, fundado em 1887.
JB, que sugeriu a Gilmar Mendes que andasse pelas ruas na quarta-feira (22/4), estava acompanhado de três amigos, tomou dois chopes e comeu filé bem passado com salada de batatas. Lauro Jardim, em seu blog, conta que ele caminhou pela Rua da Carioca, tomou um café “de pé”, e continuou a receber mais saudações.
“Por volta das 14h50, quando seguiu para entrar no carro oficial na esquina da Avenida Rio Branco, formou-se um pequeno tumulto: várias pessoas o pararam. Novas saudações e sessões de fotos feitas pelos celulares dos admiradores. Por pelo menos cinco minutos, Joaquim Barbosa foi cercado e parabenizado. Agradecia a todos com um sorriso, um aperto de mãos e um “obrigado”.”

marcou presença...

dinarte bonetti (Bacharel - Tributária)

A FABESP pensa cumprir seu dever de prestigiar de maneira automática o presidente do Supremo Tribunal Federal. Não seria a hora de uma análise mais profunda do que está acontecendo com o Supremo pela maneira peculiar que tem-se conduzido seu presidente, Gilmar Mendes?
Reações emocionais, verdadeiros cala-boca em seus pares, proteção descabida a criminosos do colarinho branco, falta de diálogo, exposição exagerada na mídia, interpretações pessoais numa corte que é colegiada, não chama a atenção aos nobres diretores da FABESP, que acabarão ficando junto com a VEJA e outros tipos de órgaos de imprensa que estão rapidamente perdendo seus leitores e sua credibilidade?

Lamentável

Gustavo  (Advogado Associado a Escritório - Criminal)

Sinceramente, a FADESP, instituição de grande respeito, deveria prestar mais atenção no episódio, pois veria que quem está com a razão é o Ilustre Ministro Joaquim Barbosa. Não nos atemos somente a discussão, e sim, ao contexto geral da discussão. No mais, a FADESP, bem como a OAB, deveriam se ater às questões realitivas à classe, vez que últimanete estão permanecendo inertes, ou seja, dando opinião demais e trabalhando de menos.
Gustavo Silva

ESQUISITICES

olhovivo (Outros)

Não é estranhável que procuradores, uma boa parte, apóiem seu colega JB, pois ele os atende e tenta transformar o STF em sucursal do MPF. Mas, advogados - tratados por ele, junto com seus constituintes (também cidadãos), com desprezo - manifestarem apoio a esse sujeito é, no mínimo, esquisito. Talvez "tolice" seja a palavra mais exata.

Marcou presença

Francisco Lobo da Costa Ruiz - advocacia criminal (Advogado Autônomo - Criminal)

Boa, Hermes, é isso aí. abraços

  • Página:
  • 1
  • 2

Comentar

Comentários encerrados em 2/05/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.