Consultor Jurídico

Comentários de leitores

26 comentários

O povo quer saber: Cadê a gravação?

Senhora (Serventuário)

O povo quer saber: Cadê a gravação?

Engana-se quem pensa que comando paralelo volta...

sebastian (Bacharel - Administrativa)

Engana-se quem pensa que comando paralelo voltado para o crime só existe em morro ou favela. infelizmente, essa praga hoje está instalada dentro do serviço público, com todos os perigos que representa para a democracia.

Se ousaram isso contra o Supremo - guardião da ...

João G. dos Santos (Professor)

Se ousaram isso contra o Supremo - guardião da CF - dá pra ter uma idéia de como as coisas andam aqui embaixo. O brocardo jurídico que impera é o "salve-se quem puder", ou melhor, "quem eles quiserem".

Também é grave fazer afirmações que não se pode...

Radar (Bacharel)

Também é grave fazer afirmações que não se pode provar. Fica parecendo inconfidência, indiscrição ou, em linguagem direta, fofoca, já que a outra parte nega. Grampo telefônico, gravações clandestinas e tudo mais é feio. O "ouvi dizer" pode ser ainda mais, já que não se o pode embasar em prova material, ainda que ilegítima. Isso se aplica a todos, inclusive à nobre desembargadora.

Tecnicamente seria interessante uma acareação, ...

Ramiro. (Advogado Autônomo - Criminal)

Tecnicamente seria interessante uma acareação, colocar frente à frente a Desembargadora e o Juiz, mas... No mais, com todo respeito, mas tem gente tratando desta séria questão como um bando de bugio roncadores... Só que nesta história não avança e vence quem gritar mais alto.

eu acredito que o juiz deveria falar por meio d...

Bob Esponja (Funcionário público)

eu acredito que o juiz deveria falar por meio do processo. os juizes estão querendo muito a midia

Tem que ir fundo nessa história, sob pena de su...

olhovivo (Outros)

Tem que ir fundo nessa história, sob pena de subversão da hierarquia do Judiciário. Supremo é supremo, juiz é juiz. General é general, soldado é soldado. Não vamos virar as coisas de ponta cabeça. É a estrutura Constitucional que está em jogo e não os anseios da galera ensandecida.

Quem vai investigar o STF, pois se houve grampo...

Ruberval, de Apiacás, MT (Engenheiro)

Quem vai investigar o STF, pois se houve grampo eh porque tambem la deve haver algo 'estranho" ou negociaçoes suspeitas...hum....criar dificuldade para negociar facilidade.

Os comentaristas estão começando a perder o sen...

Crítico (Jornalista)

Os comentaristas estão começando a perder o senso do ridículo. E este é o resultado:

"As praias do Brasil ensolaradas, O chão onde ...

Rossi Vieira (Advogado Autônomo - Criminal)

"As praias do Brasil ensolaradas, O chão onde o país se elevou, A mão de Deus abençoou, Mulher que nasce aqui tem muito mais amor. O céu do meu Brasil tem mais estrelas. O sol do meu país, mais esplendor. A mão de Deus abençoou, Em terras brasileiras vou plantar amor. Eu te amo, meu Brasil, eu te amo! Meu coração é verde, amarelo, branco, azul anil. Eu te amo, meu Brasil, eu te amo! Ninguém segura a juventude do Brasil. As tardes do Brasil são mais douradas. Mulatas brotam cheias de calor. A mão de Deus abençoou, Eu vou ficar aqui, porque existe amor. No carnaval, os gringos querem vê-las, No colossal desfile multicor. A mão de Deus abençoou, Em terras brasileiras vou plantar amor. Adoro meu Brasil de madrugada, Nas horas que estou com meu amor. A mão de Deus abençoou, A minha amada vai comigo aonde eu for. As noites do Brasil tem mais beleza. A hora chora de tristeza e dor, Porque a natureza sopra E ela vai-se embora, enquanto eu planto amor." Otavio Augusto Rossi Vieira, 41 Advogado Criminal em Sao Paulo

De acordo com o depoimento da desembargadora fe...

João Bosco Ferrara (Outros)

De acordo com o depoimento da desembargadora federal à PF, aqueles que se coçaram para esboçar um pedido de impeachment do ministro Gilmar Mendes deveriam pedir a exoneração do juiz De Sanctis e do Promotor de Grandis, pois atrevimento e uso do poder em que estão investidos tem limite. É inadmissível esse modo com que ambos vêm exercendo a judicatura e a procuradoria da república, como que revolucionários subversivos que afrontam a ordem pública e tentam intimidar autoridades superiores, tudo para forçá-la a aceitar e emplacar suas próprias visões de mundo e de justiça. A democracia só funciona se as instituições forem respeitadas. Se cada um executar seu papel com apego ético e respeito às instituições, as coisas fluirão e as mudanças necessárias virão a seu tempo, gradualmente, como convém que seja. O que não cabe numa democracia são pessoas pretensiosas aspirando o posto de paladinos da sociedade, porque isso é modelo adaptado de sistemas autoritários, ditatoriais, tirânicos, totalitários. Todo ditadorzinho não tolera ver seus desígnios desatendidos. Já numa democracia não há quem não experimente limites nos poderes em que está investido. Essas novas gerações de juízes, promotores, procuradores etc. parecem não ter limite para nada. Também, pudera, fazem parte de uma geração que recebeu uma educação lassa, em que o respeito a limites era de somenos importância; não têm nenhuma memória da ditadura militar que findou nos anos 80. Eram ainda crianças e sem nenhum discernimento político; Por isso, seu único ideal é construir uma sociedade segundo uma justiça pessoal, a justiça em que eles acreditam, não a que decorre da aplicação da lei, a lei que juraram defender quando tomaram posse dos cargos que hoje exercem. Que ética, que moral é essa?

Realmente, isso é muito, mas muito grave mesmo!...

Leila (Outros - Empresarial)

Realmente, isso é muito, mas muito grave mesmo! E deve, evidentemente, ser rigorosamente investigado...

Grave. Muito grave. Confiar em quem ? Otavio...

Rossi Vieira (Advogado Autônomo - Criminal)

Grave. Muito grave. Confiar em quem ? Otavio Augusto Rossi Vieira, 41 Advogado Criminal em São Paulo

O Executivo reconhece. O Legislativo endossa....

Luiz P. Carlos (((ô''ô))) (Comerciante)

O Executivo reconhece. O Legislativo endossa. O judiciário garante. Assim sendo se limpa o dinheiro se justifica a origem e o destino “sem levantar suspeitas”. Havendo impasses de ordem fiscal e tributaria imediatamente é acionado a CVM e o BC. Havendo litígios de ordem Jurídica ao tribunal competente para dirimir, o STF. Ambos se acionados, viabilizam e dão legitimidade na “forma da Lei” as operações. Daí eles não quebrarem o sigilo dos Bancos e Fundos de Pensão (Captadores). Daí eles não autorizarem as buscas no Banco Central (Certificadores e Expedidores). Daí o silêncio comprometedor da CVM (Órgão Fiscalizador). Daí a declaração purgatória do STF quando inquirido pela Policia Federal em Brasília... - Se abrirmos os computadores dos Fundos e do Banco Central o País vai ficar ingovernável...! - Ingovernável...? - Claro...! - Sem Poder Judiciário não há nação que se sustente. Ainda que se mude o Presidente...!

É Gabriel, é bem por aí mesmo, infelizmente.

Senhora (Serventuário)

É Gabriel, é bem por aí mesmo, infelizmente.

Grande prova essa... Qualquer um pode afirmar q...

Senhora (Serventuário)

Grande prova essa... Qualquer um pode afirmar que teve uma determinada conversa. O que isso prova? Materialidade do crime é muito mais que isso. Se uma pessoa confessa que matou alguém, ela vai ser condenada sem o corpo ter sido encontrado, sem nenhum outro indício que comprove a materialidade do delito? Pergunto mais uma vez: Cadê a gravação? O povo quer saber...

Georgia, a única materialidade que tem é a da ...

Gabriel (Estudante de Direito)

Georgia, a única materialidade que tem é a da grana que rola no meio desses pilantras!

Uma pergunta que não quer calar: Cadê a gravaç...

Senhora (Serventuário)

Uma pergunta que não quer calar: Cadê a gravação com as conversas do Ministro Supremo? Cadê a materialidade do crime? Vão condenar o Juiz, o Delegado, o Procurador e sabe Deus quem mais, sem a materialidade do delito? Onde estão os advogados de plantão para defender esse absurdo jurídico? As provas do delito vão se basear numa reportagem de Revista sem nenhuma credibilidade? Quero ler o relatório do Delegado de Polícia Federal que vai ter coragem de indiciar alguém sem provas suficientes para a materialidade do delito...O que ele vai dizer? Que as provas da materialidade estão na fl. xxx da Revista Veja, edição xxx de xx de xx de 2008?

AVANTE PF!

SANTA INQUISIÇÃO (Professor)

AVANTE PF!

Pouco a pouco vai aparecendo a face da turma da...

João G. dos Santos (Professor)

Pouco a pouco vai aparecendo a face da turma da brigada dos tigres. Só os tolos acreditam em heróis televisivos.

Comentar

Comentários encerrados em 21/09/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.