Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Crime eleitoral

PF cumpre mandados de prisão contra acusados de crime eleitoral

A Polícia Federal está cumprindo, nesta quarta-feira (29/10), seis mandados de busca e apreensão e seis de prisão temporária nos municípios de Castilho, São Paulo e Ilha Solteira, no estado de São Paulo, Coari, no Amazonas e Três Lagoas, em Mato Grosso do Sul. A Justiça Eleitoral de Ilha Solteira autorizou as medidas com base em investigações sobre compra de votos.

De acordo com a Polícia Federal, as investigações começaram em setembro depois que o Ministério Público Estadual recebeu uma informação de compra de votos por candidatos do município de Ilha Solteira. A PF informa que "as investigações indicaram que os participantes do esquema compravam votos de eleitores oferecendo cestas básicas, transportes, pagamento de contas e outras benesses. Além disso, o grupo investigado emitia atestados médicos ideologicamente falsos para que pessoas com residência em outras localidades permanecessem por mais tempo na cidade, garantindo assim o voto do eleitor e de seus familiares."

Os acusados devem responder pelos crimes de formação de quadrilha, compra de votos, uso de documentos falsos e emissão de atestados médicos falsos. A PF batizou a operação com o nome de Coleta.

Revista Consultor Jurídico, 29 de outubro de 2008, 11h34

Comentários de leitores

2 comentários

Olhovivo, Não era melhor acabar com a corrup...

danicamara (Advogado Autárquico)

Olhovivo, Não era melhor acabar com a corrupção não? Por que todo mundo implica com a PF e nunca com os caras que desviam dinheiro público?

Esse negócio de dar nomes a cumprimentos de man...

olhovivo (Outros)

Esse negócio de dar nomes a cumprimentos de mandados já está saturando, embora para a galera soe bonito. Está na hora de acabar com esse tempero de pirotecnia.

Comentários encerrados em 06/11/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.