Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mutirão previdenciário

Procuradoria do INSS diz que conciliação resolverá 45 mil ações

A Procuradoria Federal Especializada junto ao INSS acredita que, até o final do ano, serão feitos pelo menos 45 mil acordos em processos que discutem benefícios previdenciários. Até agosto deste ano, foram feitas 12 mil conciliações. O valor pago foi de R$ 63,3 milhões.

Os segurados que fecham acordos envolvendo benefícios previdenciários de até 60 salários mínimos recebem a gratificação em até 90 dias. Aqueles com valor inferior são pagos imediatamente.

A Procuradoria analisou 6.506 processos do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (Brasília) até agosto deste ano. Ela afirma que a economia foi de R$ 9,9 milhões aos cofres públicos. No TRF-3 (SP e MS), os procuradores federais examinaram 9.694, o que gerou uma economia de R$ 6,6 milhões.

O coordenador da Procuradoria, Joaquim Pedro da Silva, diz que os acordos são feitos por grupos de trabalho, distribuídos em cada TRF. “Os grupos de trabalho previdenciário estão fazendo uma limpeza em nossa chaminé”, afirma.

Revista Consultor Jurídico, 23 de outubro de 2008, 0h00

Comentários de leitores

1 comentário

As procuradorias do INSS, em varias partes do p...

ACUSO (Advogado Autônomo - Dano Moral)

As procuradorias do INSS, em varias partes do país fazem acordo através de prepostos ( por serem, em muitos casos ineficientes na defesa da instituição), beneficiando muita gente que jamais contribuiu com os cofres do INSS e quem paga a conta é o segurado contribuinte que paga mensalmente seus tributos!

Comentários encerrados em 31/10/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.