Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mercado Jurídico

Equipe de 45 advogados assessora compra de subsidiária da CSN

Por 

O Machado, Meyer montou uma equipe de 45 advogados para, durante dois meses, fechar a venda de 40% da mineradora Nacional Minérios para um consórcio de siderúrgicas nipo-coreano. Esta parcela do capital da empresa, ligada à Companhia Siderúrgica Nacional, custou US$ 3,1 bilhões aos japoneses da Itochu Corporation, Nippon Steel, JFE Steel, Sumitomo, Kobe Steel e Nisshin Stee e aos sul-coreanos da Posco. O escritório Ulhôa Canto, Rezende e Guerra Advogados assessorou a CSN na venda de sua subsidiária.

A operação envolveu conhecimentos em Direito Minerário, Tributário, Imobiliário e Ambiental, segundo o advogado José Ribeiro Prado Júnior, coordenador da equipe do Machado, Meyer, que fechou o negócio falando inglês. Os integrantes do consórcio falavam japonês entre si, mas o coordenador do grupo fazia a tradução, falando em inglês e japonês.

Compra e venda

Conciliar os interesses de quem compra e de quem vende uma empresa é tarefa das mais complicadas e demoradas em um processo de fusão ou aquisição. Conciliar os interesses dos sócios da mesma corporação para a sua venda pode ser mais difícil ainda. Neste segundo semestre, a equipe do escritório Mello, Dabus & Rached Advogados fechou a venda de duas empresas de serviços médicos de São Paulo. Assessorou o Grupo Maximagem na venda de todo o seu capital para a Diagnósticos da América (maior do país neste segmento), por R$ 36,2 milhões.

O consenso de preços e interesses entre os 13 médicos sócios levou dez meses de negociações. No final, a crise financeira também ameaçou a venda. “Muitas conversas, conhecimento específico do segmento das empresas e dedicação exclusiva”, de acordo com o sócio do escritório, Rodrigo Mello, foram fatores que ajudaram a resolver a questão. Os três sócios participaram pessoalmente do negócio.

O escritório também assessorou os Laboratórios Campana (de um só sócio) na venda para o Grupo Fleury. A maior dificuldade nesse caso, de acordo com os sócios, foi fazer com que o único dono do laboratório se desapegasse da empresa. “A negociação foi menos objetiva e mais subjetiva”, disse Rodrigo Mello. As conversas entre vendedor e comprador levaram quatro anos.

Três em um

Os escritórios Gilberto Álvares Advogados Associados (ES), Mello Martins Advogados (RJ) e Tess Advogados (SP) firmaram um termo de cooperação técnica. A idéia é ampliar a área de atuação e os serviços oferecidos aos clientes. Juntos, formarão uma equipe de 47 profissionais, entre sócios advogados e consultores. Infra-estrutura, petróleo, gás e áreas portuárias são as principais especialidades oferecidas.

Gilberto Álvares Advogados Associados será o responsável pelas áreas de Direito Aduaneiro, Tributário, Econômico, Empresarial e por consultorias para os projetos de crédito de carbono e de Mecanismo de Desenvolvimento Limpo. Mello Martins Advogados atua nas áreas de petróleo e gás natural, marítimo, portuário e infra-estrutura. O Tess Advogados tem especialistas em fusões e aquisições, contencioso e arbitragem, nacional quanto internacional.

Nova filial

O Azevedo Sette Advogados acaba de inaugurar a sua 11ª filial, em Vitória (ES). O advogado Leonardo Platais Brasil Teixeira coordena a equipe, estrutura para atender em todas as áreas de Direito Empresarial. Fundada em 1967, a banca conta com 130 advogados, 130 estagiários e mais 100 profissionais que atuam nos diversos departamentos.

Direito Comparado

A desembargadora Maria Cristina Zucchi, do Tribunal de Justiça de São Paulo, foi escolhida para presidir a recém-criada Cumberland Alumni Association, integrada por juízes e advogados brasileiros e norte-americanos. O objetivo da entidade é aprofundar estudos do Direito Comparado entre Brasil e Estados Unidos.

Na cerimônia de lançamento da entidade, estavam presentes o professor Charles Cole, criador do programa Master of Comparative Law, da Cumberland School of Law. O reitor da Cumberland School of Law, da Samford University, o juiz John Carroll e o professor Michael Floyd, coordenador da Cumberland School of Law, também estavam presentes.

São Paulo-Lisboa

Patric Viganó Lamarca, de 25 anos, é o novo advogado do Noronha Advogados em Portugal. Depois de quatro anos de atuação no departamento de fusões e aquisições do escritório, em São Paulo, ele foi escolhido para substituir Marianne Webber Mendes. A advogada está de volta ao Brasil, agora como diretora do departamento de fusões. Lamarca vai prestar consultoria a empresários portugueses sobre investimentos no Brasil e operações bilaterais.

Pelas sociedades

*** Maria Odete Duque Bertasi, presidente do Instituto dos Advogados de São Paulo e do Colégio de Presidentes dos Institutos dos Advogados do Brasil, foi homenageada com o “Brasão do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa”, oferecido pela Polícia Civil.

*** Os advogados Juliana Oliveira Domingues, do escritório L.O.Baptista Advogados, e Eduardo Gaban, professor da Faap, receberão o prêmio Troféu Cultura Econômica 2008 — categoria livro jurídico pela autoria da obra Direito Antitruste: o Combate aos Cartéis. A premiação será no dia 11 de novembro, em Porto Alegre (RS). Eles receberão um troféu criado pela artista plástica Claudia Stern.

*** Alexandre Maver e Thomas Pierry Brunckhorst são os novos contratados do Paulo Roberto Murray Advogados.

*** Depois de oito anos no Carvalhosa Eizirik Advogados, no Rio de Janeiro, o advogado Bernardo de Medeiros decidiu aceitar a proposta para trabalhar no Vieira, Rezende, Barbosa e Guerreiro Advogados, em São Paulo. Ele é especialista em mercado de capitais e fusões e aquisições.

*** O advogado Anderson Augusto Ribeiro, sócio da Faragone Advogados Associados, fala sobre “Gestão Legal do Patrimônio Familiar” no dia 29 de outubro, em São Paulo. Informações pelo telefone: (11) 3120-6806.

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 23 de outubro de 2008, 9h41

Comentários de leitores

6 comentários

Bastaria um. Desde que fosse bom!

Cláudio (Estagiário)

Bastaria um. Desde que fosse bom!

Tá bom, tá bom... Supondo que você seja palm...

ARRELIA (Jornalista)

Tá bom, tá bom... Supondo que você seja palmeirense: Um ônibus cai num precipício com 45 corintianos...o que é isso? Um grande desperdício...Em um ônibus cabem pelo menos 120 corintianos! Agora foi engraçada, não foi?

Arrelia, somente deixo claro que seja a referên...

Rodolfo Ferroni (Advogado Assalariado - Empresarial)

Arrelia, somente deixo claro que seja a referência feita aos advogados ou ainda que fosse aos juizes ou promotores, profissões estas que respeito e admiro, de qualquer forma a sua piada foi infeliz e creio que não é pertinente você ingressar em lista de comentários escrachando uma classe de profissionais que, em massa, frequenta este ambiente. Conforme dito, existem "sites" apropriados para isso.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 31/10/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.