Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Equiparação salarial

Governador de MT recorre ao STF contra aumento de teto salarial

O governador de Mato Grosso, Blairo Maggi, entrou com Ação Direta de Inconstitucionalidade, no Supremo Tribunal Federal, contra a equiparação do teto salarial de todos os funcionários públicos do estado ao dos desembargadores do Tribunal de Justiça, feita pela Emenda Constitucional estadual 54/08, promulgada pela Assembléia Legislativa.

O governador alega que o artigo 1º da emenda contraria a Constituição Estadual nos artigos 39 e 66 e, por conseqüência, também a Federal, nos artigos 61 e 84. De acordo com os textos constitucionais, apenas o chefe do Poder Executivo tem competência para propor leis sobre cargos, regime jurídico, aposentadoria e estabilidade de funcionários públicos, e não o Poder Legislativo.

Alega também que a mudança causaria um rombo no orçamento do Estado de, apenas no Poder Executivo, R$ 33,16 milhões em 2008, e de R$ 99,55 milhões em 2009 e 2010.

ADI 4.154


Revista Consultor Jurídico, 11 de outubro de 2008, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/10/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.