Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Uso de imagens

Band diz que vai cumprir recomendação do MP sobre uso de imagens

A Rede Bandeirantes de Televisão afirmou, na última sexta-feira (3/10), que irá acatar a recomendação feita pelo Ministério Público Federal em São Paulo. A procuradora regional, Adriana da Silva Fernandes, recomendou ao presidente da Rede Bandeirantes de Televisão, João Carlos Saad, que a emissora deve deixar claro para público quando usar imagens de arquivo. Em janeiro deste ano, o programa “Brasil Urgente” transmitiu a gravação de um assalto a banco ocorrido em agosto de 2007, com as legendas “ao vivo” e “exclusivo”.

Em ofício, a emissora informou que irá "adotar todas as providências técnicas possíveis e cabíveis a fim de minimizar quaisquer equívocos ao seu telespectador".

Quando a recomendação foi feita pelo MPF-SP, a Rede Bandeirantes enviou cópia da reportagem e um relatório com a transcrição do conteúdo. A emissora explicou: “No caso em tela, insta consignar que, o selo 'ao vivo' aparece em momentos isolados da referida matéria, ou seja, tão somente, quando a tela é dividida ao meio, contendo as imagens do apresentador do lado esquerdo e do assalto do lado direito” e que “na situação ora em comento, cabe informar que o selo ' ao vivo' permaneceu do lado direito da tela por ser tecnicamente inviável arrastá-lo para junto do apresentador, ou seja, para o lado esquerdo”.

Porém, o MPF-SP considerou que o apresentador do programa não esclareceu que o assalto havia acontecido há algum tempo. O que levou os telespectadores a questionar a atualidade da notícia. E ainda ressalvou que por se tratar de uma concessionária do serviço de radiodifusão de sons e imagens, a emissora deve informar a seus telespectadores os fatos sem alteração da verdade.

Leia a recomendação

Revista Consultor Jurídico, 9 de outubro de 2008, 16h03

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 17/10/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.