Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Lista da AMB

Cinco capitais têm eleitos que aparecem na lista de processados

Seis candidatos a prefeito em cinco diferentes capitais do país que foram eleitos ou disputarão o segundo turno aparecem na lista de candidatos processados da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). Entre eles, estão os candidatos à prefeitura de São Paulo Gilberto Kassab (DEM) e Marta Suplicy (PT), que se enfrentarão no segundo turno. A informação é do portal UOL.

A lista tem uma relação de candidatos que respondem a processos criminais, de improbidade administrativa ou por crime eleitoral. Para fazer a pesquisa, a AMB consultou as bases de dados dos Tribunais Regionais Federais, do Superior Tribunal de Justiça, do Tribunal Superior Eleitoral e do Supremo Tribunal Federal. São computadas pela associação as ações movidas pelo Ministério Público contra os candidatos que concorrem às prefeituras nas capitais e municípios com mais de 200 mil habitantes.

Outros candidatos que aparecem na lista da AMB são Íris Rezende (PMDB), que venceu a disputa em Goiânia (GO), e Iradilson de Souza Sampaio (PSB), eleito em Boa Vista (RR). Duciomar Costa (PTB) e Dario Berger (PMDB), que vão para o segundo turno em Belém (PA) e Florianópolis (SC), respectivamente, também constam na lista.

O partido que lidera o ranking de candidatos à frente nas disputas municipais que figuram na lista da AMB é o PMDB, somando 13 nomes. A legenda é seguida pelo PT, com sete. O PSDB e PSB têm, cada um, cinco líderes identificados na lista.

Veja quais partidos aparecem na lista AMB


Partido Candidatos
PMDB 13 candidatos
PT 7 candidatos
PSDB 5 candidatos
PSB 5 candidatos
PDT 3 candidatos
DEM 3 candidatos
PTB 1 candidato
PR 1 candidato
PCdoB 1 candidato
PP 1 candidato


Revista Consultor Jurídico, 6 de outubro de 2008, 15h50

Comentários de leitores

1 comentário

"Todo povo tem o governo que merece". E, pelo v...

Zerlottini (Outros)

"Todo povo tem o governo que merece". E, pelo visto, os brasileiros temos, realmente, a porcaria de (des)governo que merecemos. Quando será que o brasileiro vai aprender a votar? Bem verdade que não adianta querer votar, como diz o STE, no melhor. Isso não existe. EXiste, quando muito, o "menos pior". Porque o honesto, de verdade, quando entra lá, no "pudê", ou se prostitui ou não consegue fazer absolutamente nada! Veja-se, por exemplo, no caso do mensalão: o primeiro a ser cassado foi exatamente o que jogou a caca no ventilador. Claro, ele fez isso porque deveria estar ganhando menos que os outros. Mas, a "conditio sine qua non" pra pessoa ser política é ter pelo menos um - ou mais - esqueleto no armário. Francisco Alexandre Zerlottini, BH/MG.

Comentários encerrados em 14/10/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.