Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Depoimento ao MP

Protógenes diz que Satiagraha foi aberta por ordem do Planalto

A investigação que culminou na Operação Satiagraha foi aberta por determinação da Presidência da República ao então diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Lacerda. A afirmação foi feita pelo delegado Protógenes Queiroz, responsável pelo inquérito, durante depoimento ao Ministério Público Federal e publicada, nesta quarta-feira (1/10), pelo jornal Folha de S.Paulo.

De acordo com Protógenes, que chefiou os trabalhos até julho deste ano, quando foi afastado por suspeitas de irregularidades na condução do caso, o ponto de partida da investigação foram informes repassados ao Planalto pela Abin (Agência Brasileira de Inteligência). Protógenes não revelou o nome de quem teria dado a ordem.

A operação foi deflagrada em 8 de julho, depois de quatro anos de investigações. O principal alvo, o banqueiro Daniel Dantas, foi preso duas vezes por ordem da Justiça, atendendo a pedidos do delegado Protógenes. O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, aceitou o pedido de Habeas Corpus em favor de Dantas nas duas vezes em que ele foi preso.

Paulo Lacerda, que ano passado trocou a PF pelo comando da Abin, cargo do qual está afastado, negou que tenha recebido qualquer ordem da Presidência. Por meio de sua assessoria, declarou à Folha que a Satiagraha é um desdobramento da Operação Chacal que, em outubro de 2004, apreendeu computadores na sede do Banco Opportunity, de Dantas. Lacerda afirmou ainda que nunca conversou sobre o tema com Protógenes. No depoimento, Protógenes não especifica o momento da suposta ordem. O Planalto não se manifestou.

O repórter Alan Gripp lembra que a afirmação de Protógenes vem a público depois de o presidente da Associação dos Servidores da Abin, Nery Kluwe, dizer à revista Veja que os agentes secretos da agência que trabalharam na Satiagraha foram enganados, levados a crer que participavam de uma missão presidencial.

Revista Consultor Jurídico, 1 de outubro de 2008, 12h02

Comentários de leitores

38 comentários

REVISTA VEJA DESMASCARA PROTÔGENES! O fiel d...

Eneas (Advogado da União)

REVISTA VEJA DESMASCARA PROTÔGENES! O fiel depositário Na véspera de ser afastado da Satiagraha, Protógenes Queiroz enviou ao juiz Fausto de Sanctis um "pedido de guarda e uso" dos veículos apreendidos na operação: dezesseis carrões e uma moto. Só do megaespeculador Naji Nahas, requereu ser o "fiel depositário" de dois Porsche 911 (2004 e 2001), um Mercedes-Benz E320 (2004) e um Audi Q7 (2007). Os veículos seriam usados por Protógenes e pelos "membros e familiares dos policiais que integraram a equipe de investigação". O juiz não respondeu ao pedido. PROTÓGENES??? TÔ FORA!!!

Conjur e FSP, peçam desculpas pelo factóide: ...

Armando do Prado (Professor)

Conjur e FSP, peçam desculpas pelo factóide: BRASÍLIA - O delegado Protógenes Queiroz, antigo responsável pela Operação Satiagraha da Polícia Federal (PF), negou, nesta quinta-feira, que o presidente Lula ou o ex-diretor da PF e diretor afastado da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Paulo Lacerda, tivessem ordenado qualquer tipo de investigação contra o fundador do grupo Opportunity, Daniel Dantas, preso e liberado em julho após a deflagração da operação.

Será que não tem ministro de LULA querendo repe...

Republicano (Professor)

Será que não tem ministro de LULA querendo repetir a caça aos marajás, desta feita "aos corruptos", para projeto político das eleições vindouras? O ministro da Justiça tem dito em programas eleitorais que votar no PT é votar contra a corrupção e o crime organizado. Será?

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 09/10/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.