Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Aprimoramento jurídico

Amicus curiae no Supremo é tema de tese de mestrado

A primeira dissertação de mestrado em Direito Constitucional do programa de pós-graduação do Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP) será feita na próxima quarta-feira (3/12). A mestranda é Damares Medina e a tese tem por título Amigo da Corte ou Amigo da Parte? — Amicus Curiae no Supremo Tribunal Federal.

A banca que vai avaliar a mestranda será composta pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, e pelo reitor da Universidade de Brasília, Professor José Geraldo de Sousa Júnior.

De acordo com a coordenação do curso, os alunos do IDP têm a oportunidade de refletir sobre temas jurídicos com professores dos mais importantes centros de ensino do Brasil e com aplicadores do Direito das mais elevadas instâncias judiciária, administrativa e legislativa.

Os alunos também se encontram com nomes conhecidos no cenário internacional. Neste ano, conhecido pelo seu pensamento jurídico contemporâneo, o professor Peter Häberle, esteve no IDP em mais de um evento, somando-se a outros mestres, como o espanhol, largamente conhecido na América Latina, Francisco Segado, e o responsável na União Européia pela configuração dos seus cursos de pós-graduação, Professor Hans-Uwe Erichsen, entre tantos outros.

Inscrições abertas

O IDP também abriu inscrições para o processo seletivo 2009 do mestrado acadêmico em Direito. Os interessados devem se inscrever até o dia 7 de dezembro. A seleção é regulamentada por edital próprio e tem por objetivo selecionar os candidatos a partir da análise curricular e do projeto de pesquisa apresentado.

O objetivo do curso é propiciar aos alunos uma sólida formação teórica, aliada à capacidade de pesquisa. A cada disciplina serão exigidos estudos individuais direcionados ao tema de pesquisa objeto das dissertações.

Outras informações e inscrições: pelo site do IDP ou pelo telefone (61) 3535-6565.

Revista Consultor Jurídico, 26 de novembro de 2008, 17h16

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 04/12/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.