Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Aplicação divina

Pastor americano é condenado por golpe financeiro

Um pastor foi condenado a 12 anos de prisão, nesta segunda-feira (24/11), pela justiça federal de Los Angeles, na Califórnia. Segundo o Departamento de Justiça dos EUA, ele lesou 500 vítimas em mais de US$ 28 milhões, ao prometer lucros astronômicos em minas de carvão e transações em ouro. O FBI, a polícia federal dos EUA, divulgou que o pastor e um cúmplice terão de reembolsar US$ 32 milhões aos lesados pelo golpe.

O FBI interpreta que esse tipo de sentença, considerada muito pesada para esse tipo de crime, comece a vigorar nos EUA, como alerta aos fraudadores que implodiram o mercado mundial com papéis derivativos podres.

O juiz Percy Anderson condenou o pastor Robert Jennings, 59, e seu comparsa, Arthur Simburg, 64, do Oregon, alegando que os dois são exemplos rematados de “predadores da economia global”. Um terceiro acusado, Henry Jones, 53, aguarda julgamento para 2009 e acaba de ser extraditado de Hong Kong.

Eles prometiam a seus clientes lucros mediante supostas transações na venda de 20 mil toneladas de ouro entre os EUA e os Emirados Árabes Unidos. Os investidores eram atraídos em conferências nas quais prometiam um lucro de 300 por cento em 60 dias. Nessas conferências o pastor Robert Jennings era apresentado como uma “entidade divinamente inspirada para fazer bons negócios”.

Revista Consultor Jurídico, 24 de novembro de 2008, 20h40

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/12/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.