Consultor Jurídico

Notícias

Igualdade efetiva

Ministro Joaquim Barbosa diz que só foi discriminado no Brasil

Comentários de leitores

9 comentários

Infelizmente, os casos de racismo e preconceito...

Nessa (Advogado Autônomo)

Infelizmente, os casos de racismo e preconceito hoje, na maioria dos casos partem dos prórpios negros que sempre exigem direitos aquém dos brancos. As cotas em universidades é um exemplo. Negro não é deficiente. Há negros ricos e pobres como também há brancos ricos e pobres. Não há em nosso país um só cidadão que seja totalmente branco ou totalmente negro, somos misturados. Portanto, muito decepcionante foram as declarações do Excelentíssimo Ministro, pessoa de brilhante saber jurídico, funcionário público muito jovem e possuidor de carro quando muitos brancos passavam fome, aonde está preconceito afinal?

Tem gente que acha que um ministro negro não é ...

Senhora (Serventuário)

Tem gente que acha que um ministro negro não é discriminado neste país? Meu Deus!!! Em que país eles vivem?

Um rematado bobalhão, esse juiz.

fernandojr (Advogado Autônomo - Civil)

Um rematado bobalhão, esse juiz.

Ninguém discrimina ministro nem banqueiro... ma...

Quintela (Engenheiro)

Ninguém discrimina ministro nem banqueiro... mas antes de ele ser ministro é negro! O Sr. Joaquim não nasceu ministro... mas nasceu negro! Ele sabe o que diz, sentiu na pele, literalmente o preconceito e a discriminação que existe no Brasil! Quem se posiciona contra sua palavras com absoluta certeza são pessoas brancas e com boa conta no banco.

Fico perplexo em saber que o Ministro perde tem...

o bom (Advogado Autônomo)

Fico perplexo em saber que o Ministro perde tempo com esses comentários descabidos. Em pensar que é pessoa de inteligência fina, de votos brilhantes, que chegou ao mais importante cargo do judiciário. Parece que vige uma frase de SHAKESPEARE: "as boas ações nem sempre são lembradas e as más raramente são esquecidas". Parece que há marca incurável que confunde o espírito do iminente julgador... até marcas indeléveis podem ser superadas pela força da verdade. Melhor seria esquecer bobagens, pois ninguém discrimina um ministro do STF, só se for seqüelado.

Depois daquela de querer patrulhar o min. Eros ...

João G. dos Santos (Professor)

Depois daquela de querer patrulhar o min. Eros Grau, por ter deferido liminar a quem "saiu no Jornal Nacional", não dá para elogiá-lo como min. do STF. Lamentável.

Joaquim Barbosa: "Sou muito requisitado para to...

Comentarista (Outros)

Joaquim Barbosa: "Sou muito requisitado para todo tipo de evento, mas só aceito convites após muita reflexão e ponderação. Não permito que me usem." (sic) De fato, para quem afirma ter sido discriminado no Brasil (embora tenha chegado ao STF, conforme bem lembrado pelo comentarista abaixo), o ministro parece ser um pouco pretencioso demais em suas palavras... Hehehe.

Ogailaê ! Discriminado no Brasil , terminou no...

Reinhardt (Consultor)

Ogailaê ! Discriminado no Brasil , terminou no Supremo Tribunal Federal!!! Em outro país , sem nossos preconceitos raciais , messiê Barbosáh estaria onde ? No Nirvana ? No trono de Odin? Ao lado de Deus Pai , criador do Céu e da Terra? Sentado no pináculo da Glória ? Osana ao Altísssimo por ser este o pais das maravilhas , que permitiu a VOCÊ vestir a mesma toga de Ribeiro da Costa , Laudo de Camargo e Nelson Hungria.

E ai, Ministro, e esse agravo? vaiu ou não vai?...

Alex Wolf (Estudante de Direito)

E ai, Ministro, e esse agravo? vaiu ou não vai?: parado desde 28.7.2006. AI/613985 - AGRAVO DE INSTRUMENTO Origem: SC - SANTA CATARINA Relator: MIN. JOAQUIM BARBOSA Redator para acordão AGTE.(S).x.x.x.x. ADV.(A/S)x.x.x.x.x AGDO.(A/S)x.x.x.x.x ADV.(A/S)x.x.x.x.x.x INTDO.(A/S).x.x.x.x.x.x. 28/07/2006 CONCLUSOS AO RELATOR 27/07/2006 DISTRIBUIDO MIN. JOAQUIM BARBOSA

Comentar

Comentários encerrados em 1/12/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.