Consultor Jurídico

Comentários de leitores

5 comentários

Não vamos esquecer de que a Ditadura Militar te...

Felipe Lira de Souza Pessoa (Serventuário)

Não vamos esquecer de que a Ditadura Militar teve divisões internas, além disso ela combateu o que poderia ser uma grande Cuba na América-Latina, combateu o maoísmo da Guerrilha do Araguaia e o socialismo a la Fidel e Hugo Chavez. Tenhamos cuidado com a ingenuidade e as versões dos fatos.

E são esses mesmos covardes, assassinos e asque...

Comentarista (Outros)

E são esses mesmos covardes, assassinos e asquerosos criminosos do passado que expulsaram Jango do poder que hoje se escondem atrás da patética e quase morta lei de anistia (seu fim, queiram algumas macaquinhas de auditório dos golpistas ou não, é uma questão de tempo). Mas o tempo reescreve a história e dá o devido "prêmio" a quem merece. Se cuidem, torturadores assassinos do passado, pois a vossa hora está chegando... Cadeia neles!

Uma das grandes injustiças que se cometeu contr...

 (Advogado Autônomo - Civil)

Uma das grandes injustiças que se cometeu contra um brasileiro, de tantas cometidas por essa ditadura temerária, engendrada por loucos e permeada por mais loucos ainda, os matadores anglo-saxônicos, que até hoje são motivos de desavenças no mundo todo, onde lançam bombas atômicas e provocam a fome. Ainda bem que estão perdendo importância no mundo de hoje, cuja tendência, penso, será quase neutralizada nos próximos anos, pelo crescimento de outras potências.

A história de Jango deve ser reescrita. Foi us...

PAULO FRANCIS (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

A história de Jango deve ser reescrita. Foi usurpado do poder. Deveria ter sido o primeiro a receber os benefícios de anistia, inclusive o pecuniário.

Jango foi anistiado do quê? Tomaram-lhe o poder...

paecar (Bacharel)

Jango foi anistiado do quê? Tomaram-lhe o poder na marra, expulsaram-no do pais, morreu no exílio sem mover uma palha contra seus algozes, e ainda tornou-se um fora-da-lei!

Comentar

Comentários encerrados em 22/11/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.