Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Pensão da viúva

Com anistia de Jango, viúva passará a receber pensão

A Comissão de Anistia do Ministério da Justiça irá formalizar, neste sábado (15/11), a anistia política póstuma do ex-presidente da República, João Goulart (1919-1976). Chamado de julgamento pelo MJ, o ato marca o encerramento da XX Conferência Nacional dos Advogados, que acontece em Natal.

O pedido de anistia e de indenização foi feito pela viúva de Jango, Maria Teresa Goulart. No pedido de reparação econômica, a viúva pede para receber a pensão devida às mulheres de ex-presidentes, contando a partir da morte de seu marido. Em vida, Jango nunca recebeu pensão ou qualquer outro benefício concedido aos ocupantes da Presidência depois que deixam o cargo.

Eleito vice-presidente da República em 1956 (com Juscelino Kubistcheck como presidente) e em 1960 (com Jânio Quadros), Jango assumiu a Presidência em setembro de 1961, com a renúncia de Jânio. Permaneceu no cargo até abril de 1964, quando foi deposto pelo golpe militar de 31 de março. Passou a viver no Uruguai, onde tinha uma fazenda, e na Argentina. Morreu em 1976 na cidade argentina de Mercedes, vítima de ataque cardíaco.

Estarão presentes no evento o presidente da República em exercício, José de Alencar, o ministro da Justiça, Tarso Genro, o presidente da comissão de anistia, Paulo Abrão, e o presidente da OAB, Cezar Britto.

Revista Consultor Jurídico, 14 de novembro de 2008, 14h03

Comentários de leitores

5 comentários

Não vamos esquecer de que a Ditadura Militar te...

Felipe Lira de Souza Pessoa (Serventuário)

Não vamos esquecer de que a Ditadura Militar teve divisões internas, além disso ela combateu o que poderia ser uma grande Cuba na América-Latina, combateu o maoísmo da Guerrilha do Araguaia e o socialismo a la Fidel e Hugo Chavez. Tenhamos cuidado com a ingenuidade e as versões dos fatos.

E são esses mesmos covardes, assassinos e asque...

Comentarista (Outros)

E são esses mesmos covardes, assassinos e asquerosos criminosos do passado que expulsaram Jango do poder que hoje se escondem atrás da patética e quase morta lei de anistia (seu fim, queiram algumas macaquinhas de auditório dos golpistas ou não, é uma questão de tempo). Mas o tempo reescreve a história e dá o devido "prêmio" a quem merece. Se cuidem, torturadores assassinos do passado, pois a vossa hora está chegando... Cadeia neles!

Uma das grandes injustiças que se cometeu contr...

 (Advogado Autônomo - Civil)

Uma das grandes injustiças que se cometeu contra um brasileiro, de tantas cometidas por essa ditadura temerária, engendrada por loucos e permeada por mais loucos ainda, os matadores anglo-saxônicos, que até hoje são motivos de desavenças no mundo todo, onde lançam bombas atômicas e provocam a fome. Ainda bem que estão perdendo importância no mundo de hoje, cuja tendência, penso, será quase neutralizada nos próximos anos, pelo crescimento de outras potências.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 22/11/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.