Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Cárcere prolongado

Prisão de Marcos Valério é mantida pelo TRF da 3ª Região

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região negou liberdade ao empresário Marcos Valério, investigado pela Polícia Federal por corrupção de policiais e formação de quadrilha. O desembargador federal Luiz Stefanini rejeitou um pedido de Habeas Corpus feito pela defesa do empresário. As informações são do portal G1.

Marcos Valério teve a prisão preventiva decretada, no dia 17 de outubro, pela juíza federal Paula Mantovani Avelino, da 1ª Vara Criminal de São Paulo. O principal motivo foi a acusação de que ele teve acesso a informações sigilosas da Polícia.

Segundo a PF, o empresário foi avisado com antecedência de sua prisão, no dia 10, e teria destruído evidências. Escutas telefônicas autorizadas pela Justiça teriam permitido à Polícia saber do aviso. O vazamento de informações já é alvo de inquérito pela PF desde o dia 15.

O mandado de prisão contra Valério foi expedido depois que investigações da PF ligaram o empresário a um esquema de corrupção envolvendo policiais federais. Valério teria articulado falsos inquéritos policiais contra dois fiscais da Fazenda paulista, que autuaram em R$ 104,54 milhões a cervejaria Petrópolis, pertencente a um amigo seu. Em seu depoimento, o empresário negou participar do esquema, tendo apenas indicado advogados para assessorar a cervejaria.

Outros 16 investigados também estão detidos. Entre eles, empresários, despachantes aduaneiros, advogados, dois policiais civis, três policiais federais da ativa e dois policiais aposentados. Ao todo, 13 pessoas foram presas em São Paulo e quatro em Minas Gerais. As acusações são de corrupção ativa e passiva, extorsão, formação de quadrilha, contrabando e descaminho, quebra de sigilo e divulgação de dados sigilosos

No último dia 30, a juíza Paula Mantovani aceitou a denúncia feita pelo Ministério Público Federal contra o empresário, com base no inquérito policial. Caso a defesa preliminar seja rejeitada, será instaurado processo criminal na Justiça. Valério está detido na Penitenciária II de Tremembé, no interior paulista.

Revista Consultor Jurídico, 4 de novembro de 2008, 18h58

Comentários de leitores

3 comentários

Por mais que o direito faça em favor de Marcos ...

Marciano (Estudante de Direito)

Por mais que o direito faça em favor de Marcos Valério, as evidências são tantas e veem se acumulando desde o "malfadado mensalão" não existindo uma alternativa para um HC. Por tudo que já ouvi e já li a respeito desse cidadão, acredito que o "direito" para o mesmo seria ver por um bom o sol nascer "quadrado", bem como deveria levar junto muita gente de maior quilate social e politico envolvido em suas falcatruas.

O que ? Não está solto ainda ? Fala logo com o ...

Çidadãozis Hinconformádius  (Outros)

O que ? Não está solto ainda ? Fala logo com o Gilmar ô meu !!! Tem até pauta especial e exclusiva lá para julgar HC's como o do Daniel Dantas

O mesmo tratamento devia ter dado feito ao banq...

Zito (Consultor)

O mesmo tratamento devia ter dado feito ao banqueiro Daniel Dantas.

Comentários encerrados em 12/11/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.