Consultor Jurídico

Entrevistas

Marco institucional

Entrevista: Gilmar Mendes, presidente do Supremo Tribunal Federal

Comentários de leitores

18 comentários

A melhor maneira do Judiciário ajudar a crise "...

J. Ribeiro (Advogado Autônomo - Empresarial)

A melhor maneira do Judiciário ajudar a crise "financeira" é manter o respeito e a obediência as leis, em especial a Constituição Federal, bem como procurar promover a "paz social" com julgamentos justos, uniformes e "rápidos". Só o fato de deixar de ser mais um assecla do governo já é uma evolução.

Georgia: porque você não procura sua turma (os ...

JOHN098 (Arquiteto)

Georgia: porque você não procura sua turma (os analfabetos)? Sugerir entrevista para um revista de décima categoria, sustentada INTEGRALMENTE por dinheiro do PT, é coisa de retardada? Você é debilóide? Ou só é burra, mesmo?

Até agora não mudou nada na justiça. Pelo contr...

Çidadãozis Hinconformádius  (Outros)

Até agora não mudou nada na justiça. Pelo contrário, ficou mais burocrática. Como exemplo temos o pré cadastro na justiça do trabalho e, ainda o advogado agora é obrigado a numerar todas a folhas do processo, em total afronta aos arts. 166 e 167 do CPC. Passa logo esse 1 ano, pelo amor de Deus !!!

Não sei se falamos viva, porque já passou 1 ano...

Çidadãozis Hinconformádius  (Outros)

Não sei se falamos viva, porque já passou 1 ano ou lamentamos, falta mais 1 ano !?!

A Conjur como sempre tao gentil com nosso "quer...

Senhora (Serventuário)

A Conjur como sempre tao gentil com nosso "querido" ministro... Q lindo isso!!! Q amizade linda entre Conjur e Gilmar Mendes...Quantas perguntas bobinhas com tanta coisa de verdade p/ perguntar para o Supremo. Por que ele nao da uma entrevista para a Carta Capital, seria muito mais interessante...

É esperançoso ver que há homens, dentro do Judi...

João G. dos Santos (Professor)

É esperançoso ver que há homens, dentro do Judiciário, dispostos a enfrentar os arroubos de tirania de alguns setorezinhos públicos. A CF há de prevalecer sobre a mediocridade e a pirotecnia.

Engraçado... Nem uma mísera perguntinha sobre a...

F. Castle (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

Engraçado... Nem uma mísera perguntinha sobre a recente reportagem publicada na revista Carta Capital sobre a "atividade empresarial" do ministro? Entrevistinha mais chapa-branca, hein????

Pelo jeito o anúncio da "escolinha do Gilmar" n...

Mauro (Professor)

Pelo jeito o anúncio da "escolinha do Gilmar" na Veja não teve o retorno esperado.

Este está pondo para quebrar! Força nesta luta...

Mauro Garcia (Advogado Autônomo)

Este está pondo para quebrar! Força nesta luta contra o maior corporativismo existente na nação.

Essa foi boa. Bastou Gilmar Mendes ser ignorado...

Vinícius Campos Prado (Professor Universitário)

Essa foi boa. Bastou Gilmar Mendes ser ignorado pela mídia por conta da crise financeira e agora quer dar palpites em soluções econômicas? Devia ter feito isso quando fazia parte do Poder Executivo e o país vivia quebrando. O país está contornando muito bem a delicada situação mundial, ninguém precisa da ajuda de um neófito como ele. Aliás, apenas um comentário, já sobre a matéria jurídica. Dizer que os crimes de tortura já prescreveram, é uma coisa, não são considerados imprescritíveis pela Carta Magna. Agora, dizer que, caso fossem julgados, o terrorismo também o seria é demonstrar mais uma vez sua falta de conhecimentos sobre História e democracia. Quem ocupou o poder de forma ilegítima, rasgando a Constituição pela força ( com o que G.M. não parece se preocupar, conquanto se diga " constitucionalista" e " democrata), foram os militares. Quem instalou as prisões, assassinatos e torturas foram os militares. As ações dos ativistas políticos da época foram uma reação a uma ação. Logo, o espalhafatoso ministro deve rever seu conceito de " terrorista". Está aplicando o epíteto às pessoas erradas. E ainda quer falar de economia? Deveria terminar o ano que lhe resta quietinho, para não desmoralizar ainda mais o S.T.F.

Uau, mandou soltar um BANQUEIRO?! Que safado ...

Richard Smith (Consultor)

Uau, mandou soltar um BANQUEIRO?! Que safado criminoso! Se tivesse mandado soltar um mensaleiro, um cuequeiro, um dossiêzeiro, um herói qualquer esquerdista é que estaria certo. Falando nisso: próximamente estaremos recebendo em nosso País um carrasco homicida repugnante, que ao contrário de tantos pinochets da vida, cuidava de ajustar a venda nos olhos dos perigosos burgueses que iria "justiçar" e depois ainda desfechar o tiro de misericórdia pessoalmente. Seu nome infame? raúl castro, "jefe" de um pobre povo humilhado e sodomizado. Não haverá aqui, ninguém para se juntar e, no mínimo, vaiá-lo, como fizeram a bush quando visitou o Brasil? E o eminentissimo e meretrissimo, perdão, meritissimo "Flagelo dos Ditadores" Baltazar Garzón, emitirá ordem internacional de prisão? E se, hipotéticamente, claro, preso o nefelibata, o Eminente Ministro Gilmar Mendes o mandasse soltar, estaria agindo certo?

Minha Mãe me proibiu de fazer comentarios , mas...

Pugli. (Estudante de Direito)

Minha Mãe me proibiu de fazer comentarios , mas essa eu não posso deixar passar. Este pais é uma merdavilha, ministro do STF falando de economia justamente em um momento em que mandou soltar uns dos maiores banqueiros do pais. Será coincidencia? Convivio??

O ministro Gilmar Mendes põe o dedo na ferida d...

olhovivo (Outros)

O ministro Gilmar Mendes põe o dedo na ferida da canalhada e, logicamente, ela não gosta. Todavia, diz o velho ditado: "os cães latem, mas a caravana passa". Esperneie, estresse-se, lata... canalhada!

Pra quem percebe R$ 24.000,00 por mês é fácil d...

Pedro Pinto (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Pra quem percebe R$ 24.000,00 por mês é fácil dizer que está preparado pra superar a crise. A verdade é que não existe crise pra quem ganha um salário desses.

Impressionante! O Juiz do Supremo Tribunal Fede...

Torre de Vigia (Outros)

Impressionante! O Juiz do Supremo Tribunal Federal deve é julgar. Para isso é pago pelos cofres públicos.Não seria bobagem ouvir o Ministro da Fazenda sobre o assunto de economia e finanças do país. O vedetismo inadequado para magistrados e promotores de justiça (em geral falando, considerando serem carreiras nacionais) somente produz pérolas hilárias e desvio do foco daquilo que deveria ser a competência primária dos mesmos. Hoje assistimos ao Leviatã criado pela Constituição, o tal do CNJ, com atribuição administrativa de fiscalização, metamorfosearse em Órgão Jurisdicional e Ditatorial para julgar "ações" em favor do BAnco do Brasil sobre questão legal de depósitos judiciais, perda de cargo de diretores de cartório que não tenham diploma do curso de Direito, etc. A Deusa Têmis não era cega, mas vendada às parcialidades. Hoje, ela deveria ser representada com a boca selada, para se evitar que bobagens sejam ditas por aqueles que devem abrir a boca, ou melhor, ficar com a boca fechada e usar a caneta para aplicar o Direito, livre de partidarismos ou de pretensões eleitoreiras.

Como sempre, o "modus operandi" dos PeTralhas...

Richard Smith (Consultor)

Como sempre, o "modus operandi" dos PeTralhas é a tentativa de desqualificação ao nível do assassinato de personalidade (por hora, simplesmente metafórico, mas aonde a canalha asquerosa esteve no poder...) do oponente! Veja-se com cuidado (o mesmo que o anátomo-patologista usa quando do exame das fezes) o teor dos comentários e do "raciossímio" feroz do impagável "fessô" PeTralha, mistificador, fujão, borra-cuecas, anto-clerical, abortista, mentiroso, infantil, escrôto e revanchista (ganhou mais um epíteto para o seu já vasto galardão, hein "fessô"?). "Neobobo"! Na certa o "vétero-sábio" é o Abortista/Excomungado sem-dedo e toda a sua trupe, não é? Se amanhã se estabelecesse uma ditadura marxista-leninista no nosso País, veriamos o dito-cujo "fêsso", se apresentando alegre e freneticamente à Cheka que haveria de se formar, para chefiar um dos esquadrões de "justiciamiento" destes "vermes burgueses". Alguém duvida?

Eu na minha opinião a maioria dos ministros do ...

jose brasileiro (Outros)

Eu na minha opinião a maioria dos ministros do supremo, deveria ser juizes, daqueles que começaram a judicar nas cidadezinhas do interior. Presidiram tribunais do juri entre outros. Agora no brasil temos tres poderes iguais, tentando a mudar a realidade através de leis e julgamentos.

Menos prezados do Conjur, menos. Como bom tucan...

Armando do Prado (Professor)

Menos prezados do Conjur, menos. Como bom tucano que sempre foi e mau magistrado que é, Mendes – o neobobo – desde já faz campanha para o Serra, fazendo provocações à direita. O STF sairá sensivelmente prejudicado dessa presidência. É esperar para constatar.

Comentar

Comentários encerrados em 12/11/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.