Consultor Jurídico

Comentários de leitores

4 comentários

A formação de redutos de miséria, sempre aparec...

Bira (Industrial)

A formação de redutos de miséria, sempre aparece pela omissão das prefeituras e o crime agradece.

Há muitos anos que ouço falar em especialistas ...

futuka (Consultor)

Há muitos anos que ouço falar em especialistas na questão de segurança. É preciso entender que a população cresce em número e em problemas sociais. Na virada do dia (muitos crimes são perpetrados) é preciso aceitar que toda a ajuda é válida no sentido de combater o crime, seja ele organizado ou não a sociedade em geral é quem 'paga o pato'. Não é aqui nem tem espaço para que possamos debater sobre o(s) crime(s) de um modo geral, as suas diversas faces e como combatê-las positivamente! Vamos somar que ao final algo fica bom.

Concordo plenamente com a sucinta lista de suge...

Luiz P. Carlos (((ô''ô))) (Comerciante)

Concordo plenamente com a sucinta lista de sugestões, porem... As espurias intenções deste alcaides nem de longe pretende agir desta maneira sugerida. O que eles querem é PODER DE POLICIA, PARA MANIPULAR O CIDADÃO DE BEM, O ELEITOR, O EMPRESARIO, etc. Estão pouco se lixando para esse cuidados sugeridos, que na verdade deveria ser senteça sumaria de Juizes, Promotores e Desembargadores. Caro Luiz Carlos, não publique tal material para uma socideade doente e contaminada pela discrença publica.

Mais um teórico achando que vai resolver o prob...

acs (Advogado Assalariado)

Mais um teórico achando que vai resolver o problema da segurança publica urbanizando os lugares focos de crime.Quanta bobagem.Mais de oitenta por cento dos homicídios e a maioria dos outros crimes decorrem do trafico,perpetrados por bandidos profissionais, usando armas de guerra que não serão sensibilizados por ikebanda nem merda alguma do gênero mermão,nem serão intimidados por lâmpadas fosforescentes.Não existe nada mais inútil que especialistas em segurança publica que nunca viram uma arma.

Comentar

Comentários encerrados em 4/04/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.