Consultor Jurídico

Apoio presidencial

Governo quer que Ellen Gracie ocupe vaga na Corte de Haia

O jornal O Estado de S.Paulo informa que a ministra Ellen Gracie, do Supremo Tribunal Federal, em reunião com o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, respondeu a uma sondagem do presidente da República dizendo que se “sentiria honrada” com a indicação para a vaga na Corte de Haia.

O juiz e ex-presidente da Corte Interamericana de Direitos Humanos, Antônio Cançado Trindade, já foi indicado (Clique aqui para ler a reportagem). Pelas regras, Ellen Gracie somente pode ser indicada se ele desistir da candidatura. Isso porque somente um brasileiro pode ser indicado. O prazo para as indicações à Corte vai até agosto. Ellen será substituída na presidência do Supremo pelo ministro Gilmar Mendes em abril.

De acordo com a reportagem, Ellen Gracie tem uma vantagem sobre Cançado. Conta com a simpatia do governo dos Estados Unidos, onde ela morou e estudou. Ela foi bolsista da Fundação Fulbright, entre 1991 e 1992, com vinculação acadêmica à American University, Washington D.C. School of Public Affairs. Foi também jurista em Residência junto à Law Library of Congress.

Ellen tem, ainda, apoios explícitos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e do ex-ministro Celso Lafer (Relações Exteriores). O próprio Lula também tem preferência pelo nome da ministra, entre outros motivos porque isso lhe daria o direito de indicar mais um nome para o STF, o oitavo juiz em um plenário que é formado por 11 ministros.

Para o Itamaraty, a campanha de Trindade é mais simples por dois motivos: primeiro, ele já está fazendo o corpo-a-corpo para obter votos; em segundo lugar, porque uma derrota não significará uma grande perda para o governo, pois alguns dizem que esta é uma candidatura mais pessoal do que de governo. Com a ministra Ellen como candidata patrocinada pelo Planalto, o Itamaraty teria de fazer uma campanha obrigatoriamente vitoriosa.

Texto alterado para correção e acréscimo de informações às 20h




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 15 de março de 2008, 10h55

Comentários de leitores

6 comentários

Que vá o Cançado pra Haia e Ellen que fique no ...

Luismar (Bacharel)

Que vá o Cançado pra Haia e Ellen que fique no STF onde nos tem prestado ótimos serviços.

"Aceitou o convite". Pois sim! Até os meirinhos...

Vladimir Aras (Procurador da República de 1ª. Instância)

"Aceitou o convite". Pois sim! Até os meirinhos de Ibirapitanga sabem que essa candidatura foi lançada há tempos pela própria interessada. Não nos façam de tolos. No mais, todo mundo está "cançado" (sic) de saber que o ex-juiz da Corte Interamericana de DH (Corte da Costa Rica) é um internacionalista de muito mais peso do que a ministra. Seria bom que valesse o mérito.

Deus do Céu! Quem é Ellen Grace, frente a Cança...

Rssrio (Advogado Autônomo)

Deus do Céu! Quem é Ellen Grace, frente a Cançado Trindade? Até onde sei, ela é a cota feminina do STF. Espero que o currículo pese na decisão da escolha.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 23/03/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.