Consultor Jurídico

Gestão de recursos

Juiz arquiva pedido para interrogar ex-presidente Kirchner

A Justiça argentina arquivou pedido para que o ex-presidente da Argentina, Néstor Kirchner, fosse chamado a depor sob a acusação de gestão irregular de recursos públicos da província de Santa Cruz. A informação é da agência EFE

Com a medida, o juiz Santiago María Lozada rejeitou o pedido feito no dia 19 de fevereiro pelo promotor Andrés Vivanco para que o ex-presidente, que governou o país entre 2003 e 2007, prestasse depoimento junto com outros três ex-governadores de Santa Cruz.

Enquanto era governador de sua província natal, cargo que ocupou de 1991 até assumir a presidência, Kirchner transferiu cerca de US$ 500 milhões de Santa Cruz para um banco suíço, o que gerou várias críticas.

Os recursos tinham sido devolvidos em 1993 pelo governo nacional para compensar maus investimentos petrolíferos.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 9 de março de 2008, 18h15

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 17/03/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.