Consultor Jurídico

Noivo em fúria

Italiano que divulgou fotos da ex-noiva na internet é condenado

Um tribunal de Milão, na Itália, condenou, nesta terça-feira (4/3), um homem que publicou na internet dezenas de fotos pornográficas de sua ex-noiva. A pena é de dois anos e quatro meses de prisão. A informação é da agência Reuters.

Ele também enviou as imagens para 15 mil endereços de e-mails de colegas e professores da universidade onde o casal estudava. O homem, de 32 anos, praticou o crime entre 2003 e 2005. A condenação foi agravada pelas acusações de difamação, ameaça e violência.

O homem — que também ameaçou a moça e seus pais enviando mensagens de textos intimidatórios — criou um site no qual simulava que sua ex-noiva oferecia serviços sexuais. O telefone dela foi publicado na página.

“Havia colocado um site da web que continha o nome e o ano de nascimento da moça, fotos pornográficas que deviam permanecer na intimidade — não havendo a moça consentido nunca que fossem difundidas — nelas se indicava o nome, idade, a endereço e se propunha jogos sexuais”, apontou a acusação.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 4 de março de 2008, 19h39

Comentários de leitores

1 comentário

Só 2 anos e 3 meses? Não há multas nem indeniza...

J. Henrique (Funcionário público)

Só 2 anos e 3 meses? Não há multas nem indenizações? Se pelos menos cumprir a pena integralmente é melhor que ser condenado a 10 anos aqui no Brasil.

Comentários encerrados em 12/03/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.