Consultor Jurídico

Notícias

Defesa da reserva

Direito do índio vem da ocupação, não da demarcação das terras

Comentários de leitores

11 comentários

Pelo conhecimento de fato, do que acontece e ac...

João pirão (Outro)

Pelo conhecimento de fato, do que acontece e acontecia na TIRSSol, devo informar que todos os argumentos são válidos. Conheço quase todos os atores envolvidos no caso, e vejo o Pepino que têm nas mãos o STF. Se bem é certo que os arrozeiros em geral ,e em especial, o Sr. Paulo Quartiero, são tremendos poluidores, os mesmos geram certa ocupação de mãos-de-obra. Não como eles dissem, de 5000 diretos e ~15000 indiretos, mas sim um aproximado de 1000 diretos e indiretos. É verdade que se institucionalizou o racismo contra os índios em RR, que inclusive há muitos que não gostam assumir o que são, ou dissem ser contrários à TIRSSol, para poder ter trânsito pelos órgãos públicos e cidades.Eu me lembro que um colega de curso, quando soube que eu andava naquelas bandas me falou de forma engraçada que quando era soldado e ficava de plantão na placa matou umas quantas vacas das doadas aos índios pelos padres. Aí senti que estava no fogo cruzado. Uma vez me encontrei com Paulo Quartiero na estrada e o cara me confundiu com um padre, e me falou de tudo que tinha e não tinha direito, dando a ver a prepotência característica desse Sr. Esse cara não é um santo. como os jornais locais querem mostrar, tanto que se lançou à prefeitura de Pacaraima para obter mais poder e ação nos seus pretextos. Pelo outro lado há que também ter um pé atrás, pois já se viu aquilo de dividir a Bolívia por caprichos, e deve ser visto se já há garimpagem naquelas zonas.

Voltei para concluir. Esta terra chamada Brasil...

Sargento Brasil (Policial Militar)

Voltei para concluir. Esta terra chamada Brasil é um pedaço primordial deste lindo planeta, para não dizer o paraíso terrestre. Isto quer dizer que o Brasil é ótimo, só precisa que exista brasileiros, mas, brasileiros de verdade e principalmente, honestos, porque o que estamos vendo, são muitos homens sem pátria, avarentos ao extremo, que não pensam nem nas consequencias dos seus atos, tampouco no futuro de sua prole, que vivem o minuto atual, isoladamente, sem perspectiva de futuro. Brasileiros levantem a cabeça, valorize este país, valorize nosso terrão, valorize a sua existencia e sua prole. Temos tudo para semos o povo mais feliz da terra, mas, não conseguiremos de olhos fechados.

É impressionante a evolução dos tempos! O homem...

Sargento Brasil (Policial Militar)

É impressionante a evolução dos tempos! O homem-branco "descobre" o continente, outro homem-banco, "descobre" o país. "Descobre" a seguir que a terra já havia sido "descoberta" por seus habitantes nativos, que nunca saíram daqui para incomodar ninguem na europa. A sede do "possuir" lhes foi à cabeça e paulatinamente foram tomando palmo-à-palmo do solo que os pertencia. Hoje esses nativos são encurralados em locais demarcados pelo branco (chamados de territórios indiigenas)e assim mesmo, estão lhes tomando o mínimo que restou, como se o homem-branco tivesse adquirido a terra legalmente. Esse mesmo homem-branco que "descobriu" o que não era seu, imóvel devidamente ocupado, vai ao continente africano e alicia e sequestra seus habitantes para tornarem-se escravos, saqueiam madeira e minerais, deixam a terra e uma dívida com os descendentes desses ex-sequestrados (escravos), uma mancha inapagavel na história. Agora, nós, todos os brasileiros, nativos ou não, ainda somos obrigados a ler que um jornal estrangeiro põe em dúvida a soberania nacional sobre a amazônia. Falta patriotas neste país, pois, nem o hino nacional é executado completamente nos eventos e os cidadãos não tiram o chapéu e nem colocam a mão no peito durante a sua execussão em sinal de respeito. Devemos sim, cuidar das nossas florestas, principalmente amazônica, caso contrário nossos filhos e netos irão sofrer muito com nossa omissão.

As terras são legitimamente dos índios, e foram...

Márcio (Advogado Autônomo)

As terras são legitimamente dos índios, e foram ocupadas por grileiros safados, como quase toda área do país. Aí vem um bando de mauricinhos de direita que não enxergam um palmo adiante do próprio nariz (e do próprio bolso), que não faz idéia de como vivem aqueles índios, de como é sua cultura, de sua importância, e ficam a defender os arrozeiros e outros vis exploradores da área. Vão comer big macs, e deixem os índios em paz.

Essa advogada do CIMI, com nome masculino, tem ...

Sandro Couto (Auditor Fiscal)

Essa advogada do CIMI, com nome masculino, tem razão: "A decisão vai mostrar a cara do Brasil no exterior." Vai mostrar que o país está preocupado com sua fronteira ou então está entregando de vez nosso território, vai mostrar que todos os brasileiros (inclusive índios) são iguais, ou se será criado o conceito absurdo de nações indígenas acima da própria Constituição; mostrará se estamos preocupados como nossa Nação brasileira e integrar os indígenas, inclusive aumentando seu IDH ou deixaremos eles à sua própria sorte em áreas absurdamente enormes; mostrará se estamos com intenção de apenas garantir uma área livre para que os índios, infelizmente pouco instruídos, possam ser explorados por pessoas e países sem escrúpulos ou continuaremos a permitir tal situação. Sinceramente, espero que o STF haja com soberania e garanta a paz naquele local, impedindo a demarcação contínua que, não apenas este governo, mas desde FHC, a União, através da FUNAI e do Ministério da Justiça, vem sistematicamente realizando tal despautério.

Tem que haver sensatez nessa discussão não está...

futuka (Consultor)

Tem que haver sensatez nessa discussão não está em jôgo a minha vida pessoal e sim na vida de milhares de seres humanos hoje patrícios meus, afinal são meus ou seus o direito de decidir a vida dese já sofrido povo que até os dias atuais ainda vivem de forma muito precária, apesar dos pesares eles merecem uma maior atenção e respeito de nossa parte como sociedade que além de haver tirado suas terras também muito de seus costumes e sua história, daí a confusão que se instala, muitas vezes até mesmo por seus legítimos decendentes. O respeito a esse ser humano é indispensável para a manutenção da decencia social.

Os teóricos da atual política indigenista brasi...

Antônio dos Anjos (Procurador Autárquico)

Os teóricos da atual política indigenista brasileira ainda acreditam no mito do bom selvagem. Em Niterói, um grupo de índios que vieram de outro Estado e não são originários do Rio de Janeiro estão ocupando o litoral da praia de Camboinhas que é um dos metros quadrados mais caros no Município. Parece que os sílvicolas aprenderam direitinho a lição do MST: OCUPAR PARA SE LOCUPLETAR. Aliás, com o atual governo, nada mais natural.

Façamos o seguinte, que seja dado este terreno ...

ERocha (Publicitário)

Façamos o seguinte, que seja dado este terreno aos índios. Mas se houver um mísero comércio ali que eles sejam todos presos. Eles, os ONGeiros e a FUNAI. Será que eles topariam?

Pela tese acima defendida então devemos devolve...

caiçara (Advogado Autônomo)

Pela tese acima defendida então devemos devolver todo território nacional aos tupis, tamoios e tapuías, pegar o barco e voltar para a Europa, afinal ocupamos tudo. Antes da chegada do homem branco, amarelo e negro, não havia Brasil, aliás, não havia uma unidade sequer, mas "nações" indigenas independentes. Falar em devolução de terras e "invasão de brancos" é balela, afinal todos os nossos ancestrais invadiram. A formação da Raposa Serra do Sol é só mais um capítulo da politica entreguista deste Governo (em continuidade ao esquerdista FHC), afinal, por que não dar outras terras aos indigenas? Por que fixá-los sobre as maiores reservas de nióbio, diamente e urânio do mundo, se indio de verdade vive só de caça e pesca? Por que vetar a entrada do exército na reserva e ainda pretender ratificar a resolução da ONU sobre povos indígenas (que efetivamente permitirá a declração de independência dessas nações) ainda mais em uma época que o próprio NYtimes afirma que a Amazonia NÃO É DO BRASIL? Só existem duas respostas: ou o governo é burro ou é entreguista, em ambas o resultado será o mesmo, o Brasil terá mitigada sua soberania e perderá boa parte de seu território e suas riquezas, que, não se enganem, não irá para indios, mas para ONGs e governos estrangeiros.

Raposa Serra do Sol... Se os nossos índios viv...

WANDERLEY  (Estudante de Direito)

Raposa Serra do Sol... Se os nossos índios vivessem exclusivamente da terra, eu acho que uma área contínua de 1,7 milhões de hectares, seria muito justo. Mas, acontece que quase que na sua totalidade a população indígena são mais civilizados que os brancos. E ai eu pergunto para que tanta terra se os nossos silvícolas já que eles não mais vivem exclusivamente da terra?. Temos que deixar o romantismo de lado, e partir para uma realidade em que vive o nosso país, em nossa opinião as terras ditas dos índios não podem ser eternamente selvagem, em nome de uma minoria, se o governo, outras autoridades e os simpatizantes da causa indígena, poderiam fazer todo esse barulho, para que essa área contínua de 1,7 milhões de hectares, seja produtiva, e não apenas um pedaço do Brasil improdutivo. Criticam-se muito os nortes americanos por terem acabado com reservas indígenas exageradas, mas, curiosamente os Estados Unidos hoje é a maior potencia do mundo em todas as áreas, por isso temos que definir o que queremos para o nosso futuro. Defendo também que devemos moralizar a ocupação pelos os arrozeiros, não deixar que uma meia dúzia de pessoas se locuplete com a conivência das autoridades, nessa grande área 1,7 milhões de hectares acreditamos que é possível dividir para índios, arrozeiros ou outros projetos que sejam produtivos.

Hoje já estou mudando de pensamento em relação ...

Murassawa (Advogado Autônomo)

Hoje já estou mudando de pensamento em relação aos índios, pois, depois que eles fizeram com o engenheiro (esfaqueando) no dia de ontem no estado do PARÁ, que estava lá apenas cumprindo ordem de superiores dando uma palestra p/ os cilvicolas. Será que merecem terras demarcadas se também são contrabandistas de madeira e pedras preciosas.

Comentar

Comentários encerrados em 28/05/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.