Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Espaço reservado

Supremo aprova Resolução para uso da Sala dos Advogados

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, assinou a Resolução 360, de 13 de maio de 2008, que regulamenta o uso da Sala dos Advogados. O espaço serve para atender as necessidades profissionais urgentes de pesquisa doutrinária, de legislação, jurisprudência, elaboração de petições e consulta a andamentos de processos. A sala foi inaugurada no ano 2000 e regulamentada somente agora.

No 1º andar do Anexo II-B do Supremo, a Sala dos Advogados Sobral Pinto funciona de segunda à sexta, das 12h às 19h e conta com cinco computadores com acesso à internet, impressora, fax e telefone (ligações locais). Para auxiliar os usuários nos serviços de secretaria, recepção e informática a sala conta com o apoio de duas servidoras do Tribunal.

O acesso só é permitido com a apresentação da carteira ou cartão de identidade emitidos pela OAB, no caso de advogados, e cartão de identidade, se estagiário.

Cerca de 15 advogados já utilizam os serviços desse espaço, diariamente. No ano passado, foi registrada a presença de 1600 pessoas.


Revista Consultor Jurídico, 17 de maio de 2008, 0h01

Comentários de leitores

4 comentários

Não quero ser radical e cruel, mas muitos coleg...

Júnior Brasil (Advogado Autônomo - Consumidor)

Não quero ser radical e cruel, mas muitos colegas se utilizam da sala dos advogados dos Tribunais e Fóruns como se fosse o próprio escritório. Marcam encontro com os clientes e ficam horas, fazendo pesquisas, petições, em detrimento dos colegas que vão chegando. Deixo claro que nem todas as salas têm critérios para utilização. Certo que a OAB deveria disponibilizar mais espaço, mas enquanto isto não ocorre, o bom senso deve prevalecer, e o advogado deve se utilizar da sala para algo rotineiro, E NÃO COMO SE FOSSE O PRÓPRIO ESCRITÓRIO.

À exceção da área disponibilizada, os demais co...

José Inácio de Freitas Filho. Advogado. OAB-CE 13.376. (Advogado Autônomo)

À exceção da área disponibilizada, os demais componentes físicos da estrutura das salas da OAB são [como não poderiam deixar de ser] responsabilidade da respectiva Seccional [no caso, do Conselho Federal ou da OAB/DF]. Destarte, não há como se imputar qualquer demérito ao STF, por conta do número de computadores, fac-símile etc. Cobre-se, sim, da OAB/DF e/ou do Conselho Federal da OAB um melhor aparelhamento da sala sita ao Excelso Pretório. ______________ José Inácio de Freitas Filho {Advogado}

Para os que desconhecem, cuida-se de local dimi...

Superzemanénanet,né! (Professor)

Para os que desconhecem, cuida-se de local diminuto, pequeno mesmo, e com parcos recursos disputados pelos advogados visitantes. Chega-se, mesmo, em caso de recolher-se algum dado via nét, a dar papel usado para rodar o necessário. Envelope, nem pensar. Ligação para fora, impossível! Fax, só a cobrar. Enfim, custa crer, lá, que estejamos dentro do STF do BR.! Bem poderia o presidente do Supremo seguir o mesmo propósito adotado na Sala do STJ: não perfeita, mas, mui superior em tudo! Grato.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 25/05/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.