Consultor Jurídico

Comentários de leitores

23 comentários

Tadinho. Está sendo obrigado a ser juiz!

Valter (Advogado Autônomo)

Tadinho. Está sendo obrigado a ser juiz!

O Carlos, espera ai!...Também já é d+, vc pedir...

Edy (Consultor)

O Carlos, espera ai!...Também já é d+, vc pedir para Juizes produzerem lesões aos seus proprios bolsos, ha ai não né!... Eles podem ser lentos, ETC... Mas,ai desculpa!... vc forçou d+...kkk

11 As palavras dos sábios são como aguilhadas, ...

Edy (Consultor)

11 As palavras dos sábios são como aguilhadas, e como pregos bem fixos são os que se entregam a fazer coleções [de sentenças]; foram dadas por um só pastor. 12 No que se refere a qualquer coisa além delas, filho meu, sê avisado: De se fazer muitos livros não há fim, e muita devoção [a eles] é fadiga para a carne.(Eclesiastes 12:11,12. Atirar pedras é facil va ler processos 19 horas dia, e depois sentencie em 20 dias... Fazer Leis, existem muitos Legisladores... Mas os executores, são poucos!... Tenho processo do SFH, levou 10 anos para senteça, e quando saiu, juiza 1a. vara Piracicaba-SP, julgou por atacado, e caçou liminar do presidente do tribunal Dr. Jhonson di Salvo, hoje desembargador no TJ-SP, pode!... egnngutierrez@hotmail.com

Excelente peça de defesa qualquer um, com um Po...

Directus (Advogado Associado a Escritório)

Excelente peça de defesa qualquer um, com um Português razoável, faz copiando trechos prontos de doutrina e jurisprudência na internet. Para julgar, Sr. Leonardo, é preciso ler todo o processo, ter isenção, apreciar todas as teses e todas as provas e, finalmente, decidir. Julgar é assumir a responsabilidade para si, não jogá-la para outra pessoa. Fui Procurador do Estado de São Paulo e tenho a visão dos dois lados, ao contrário do senhor. Não defendo o colega acima, só não quero que o senhor venha comparar uma peça de defesa com uma sentença num caso desses.

A carga de processos é tremenda e assim ocasi...

Marcos de Moraes (Advogado Autônomo - Criminal)

A carga de processos é tremenda e assim ocasiona confusões. Prefiro ir direto ao assunto e criticar a incompetencia do Estado e dos Tribunais pela sobrecarga de trabalho dos magistrados.

Engraçado, quando temos uma causa complexa em f...

Antônio dos Anjos (Procurador Autárquico)

Engraçado, quando temos uma causa complexa em face da União ajuizada, não temos a escolha de defender os processos mais simples. Ou apresentamos uma excelente peça de defesa nos 60 dias (15 dias em quádruplo) que temos ou revelia e sanções administrativas... Por que um juiz pode se dar ao luxo de escolher as causas que julga... ?

E como ficaria o processo se concluso para um j...

Zito (Consultor)

E como ficaria o processo se concluso para um juiz, e este viesse falecer. O processo ia ficar para no tempo. Me respondão?

Demora em sentenciar é uma constante de parte d...

PAULO FRANCIS (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Demora em sentenciar é uma constante de parte do Judicário revelando que prazo é só para as partes. No caso referido o TRF foi brilhante. Oxalá os tribunais repitam isto com frequencia ou mandem com mais frequencia corregedores ao juizado "a quo"

Tenho certeza que esse juiz não é preguiçoso. O...

Augusto (Advogado Autônomo)

Tenho certeza que esse juiz não é preguiçoso. O problema é que o tal processo tem 300 volumes. Daí o juiz prefere julgar outros processos mais simples, a perder dias ou semanas com apenas um. Realmente, para julgar um processo com tantos volumes e tamanha complexidade, somente uma força tarefa!!!

Correção - JUIZ. Uma vez eu vi um estagiário...

Carlos (Advogado Sócio de Escritório)

Correção - JUIZ. Uma vez eu vi um estagiário na fila da distribuição da JF de SP, com UMA CAIXA DE PETIÇÕES DE MANDADO DE SEGURANÇA. UMA CAIXA!!! Era contra delegado da receita federal, contra não sei mais quem. Algum dos impetrados foram punidos? Pagaram sucumbência? Então, enquanto as coisas continuarem assim, vamos daqui há 4 anos estarmos falando sobre o mesmo assunto. Carlos Rodrigues Pós-Graduado em Direito do Consumidor e Bancário berodriguess@yahoo.com.br

LUIZ GUILHERME MARQUES (Juiz Estadual de 1ª. In...

Carlos (Advogado Sócio de Escritório)

LUIZ GUILHERME MARQUES (Juiz Estadual de 1ª. Instância) E OUTROS, Na verdade, não pode haver generalizações. Há bons e maus profissionais em todos os setores. Quando algum advogado aqui diz que o Judiciário é lerdo, leva a crer que todo juis o é. Eu qdo falo do Judiciário uso sempre "parte dele". A questão do volume de ações, já disse mas vou repetir, envolve muitos fatores, mas que em muitos casos muitos juízes têm culpa, isso tem. Se o juiz condena um empresa cujo patrimônio é de 20 bilhões, a pagar uma indenização por danos morais (claro, cada caso é um caso. Mas no geral as condenações têm sido um incentivo a REINCIDÊNCIA. CULPA? DE CERTOS JUÍZES) no valor de 10 mil reais por ex., BENEFICIANDO o lesador em detrimento do lesado. ELE, O JUIZ está sim contribuindo para que haja mais lesões a outras pessoas e com isso mais ações. ARITMÉTICA. No que diz respeito a Justiça Federal, todos costumam dizer que é a Justiça da LIMINAR. Se a pessoa impetra Mandado de Segurança e não consegue uma liminar esquece (salvo reversão em agravo), vai demorar uns 5 anos (aqui em SP). O que há de Mandado de Segurança na Justiça Federal é um absurdo. É MS contra autoridade tal, contra greve chefia que não libera carga em portos, etc etc. Sabem pq há tantos MS? Pq não há punição e muito menos sucumbência. Acrescenta um artigo novo na Lei 1.533 - Aquela autoridade que, após o trânsito em julgado de Mandado de Segurança, praticar novamente ato idêntico, abusivo ou arbitrario contra direito de outrem fica obrigado a pagar uma multa de 30% de seu subsídio (por ex.). Sendo este descontado a vista/imediatamente. Proibido o parcelamento mais pagamento de sucumbência. Querem ver a JF andar. Acrescente este artigo na Lei 1.533 e verão.

Preguiçoso talvez não seja o adjetivo correto, ...

Vander (Outros)

Preguiçoso talvez não seja o adjetivo correto, mas lento, vagaroso, lerdo, talvez sim. Mas que não fique triste, poderia ser pior, poderia ser ele o destinatário da decisão judicial esperada. Existe coisa pior que esperar por decisão judicial? Sö se a decisão for desfavorável e ainda assim, com reservas.

O juiz pode requisitar os seus auxiliares e pro...

Sandro Lira (Estagiário)

O juiz pode requisitar os seus auxiliares e promover uma força-tarefa para dar uma sentença, já que o interesse neste caso é público!!!! O CNJ deveria estipular um prazo para coibir o "retardo processual". Infelizmente este não é um caso isolado, vem se tornando "praxe" dos tribunais brasileiros!!!!

O que? Processo com 300 volumes? Para julgar...

E. Coelho (Jornalista)

O que? Processo com 300 volumes? Para julgar esse processo seria preciso parar a vara por 150 dias úteis, assim daria tempo de ler dois volumes por dia. Criticar é fácil! Fazer acontecer não é tão fácil assim.

Prazo, só para advogados. Desde priscas eras.

Luís da Velosa (Advogado Autônomo)

Prazo, só para advogados. Desde priscas eras.

Cadastro atualizado.

Priscila -JFSP (Outros)

Cadastro atualizado.

Sei que não vale nem a pena responder à alguém ...

Priscila -JFSP (Outros)

Sei que não vale nem a pena responder à alguém que nem o nome verdadeiro apresenta, e mostra sua verdadeira face com o codinome que revela sua personalidade, mas não resisto em respeito aos demais: O Judiciário, em especial o Federal, é muito mais sério do que muitos advogados. Os bons advogados sabem o trabalho que é feito lá e, em geral, reconhecem o trabalho. Geralmente os que reclamam são aqueles que sequer sabem redigir uma petição inicial, ou sequer sabem a diferença entre um ofício requisitório e um ofício precatório, enfim, causam um enorme tumulto no processo, gerando ainda mais trabalho do que já existe na Justiça. Nós servidores trabalhamos aos finais de semana e feriados, e não recebemos hora extra. Isso significa que fazemos trabalho voluntário para ajudar as pessoas que esperam resposta da Justiça. Então pergunto: você que está criticando sem sequer conhecer um terço da realidade e repete o que os incautos falam, já fez sua parte e se inscreveu nos programas de voluntariado da Justiça? Já dôou algum feriado ou dinal de semana para ajudar? Estou certa que não, pois gente que faz é gente que reconhece. Aqueles que só resmungam e criticam sem pensar ou sem conhecimento de causa, olhando pro rabo dos outros são os que mais precisariam se calar e refletir sobre seus próprios rabos. Eu faço e ajudo com trabalho social. E você, o que vc faz para um mundo melhor?

Independentemente de conhecer-se o Magistrado o...

lucfer (Advogado Associado a Escritório)

Independentemente de conhecer-se o Magistrado ou não, na verdade, a Justiça Federal é um verdadeiro marasmo, qualquer profissional sabe disso. Recentemente, somente para a inclusão de mais um réu em processo que havia sido autuado sem aquela inclusão, foram necessários quinze longos dias. Afastando-se a falta de profissionalismo do Judiciário, cuja morosidade não repousa somente no Juiz, mas em todo o contingente do Cartório ou Secretaria, pois, na era da informática, fica difícil aceitar que para a emissão de um Mandado ou preparo de qualquer ofício, sejam passados longos dias, apesar dos insistentes reclamos dos Advogados. Por outro lado, especificamente, nestes processos, oriundos dos burocratas da ex-SRP, há um verdadeiro despreparo na abertura desses inquéritos, parecendo por vezes, tratar-se de perseguição a alguns Auditores. Desconfia-se de alguém e dessa mera desconfiança, arregimentam-se Auditores de outros Estados, para uma devassa na Empresa já fiscalizada, normalmente pelo período de dez anos, arrolando-se nesses procedimentos de suspeição todos os Auditores que por aquela empresa passaram. Preciso é escolher pessoal mais qualificado para esse procedimentos, evitando-se o surgimento de processos só vêm tumultuar o Judiciário. Portanto, o problema da morosidade envolve vários aspectos, os quais, geram tais abksurdos. Vamos trabalhar com profissionalismo e zelo para a correção dessas irrgularidades que prejudicam e, por vezes, resultam em cometimento de injustiças.

Bom, se não é preguiçoso a sentença sobre o cas...

Ricardo, aposentado (Outros)

Bom, se não é preguiçoso a sentença sobre o caso PROPINODUTO abarcando todos os envolvidos deve sair logo... Com ela será possível avaliar eventuais excessos verificados na condução da instrução em especial originárias da Corregedoria da Receita Federal, na pessoa do então titular que sentia-se um verdadeiro "pavão" perante a mídia. Aguardemos...

É público e notório que a carga de trabalho de ...

Ana d´Angelo (Jornalista)

É público e notório que a carga de trabalho de cada juiz de primeia instância é monstruosa. Por causa disso, alguns têm trocado a carreira pela do Ministério Público Federal (no último concurso, os primeiros colocados eram juízes federais). Enquanto isso, a cúpula do Judiciário insiste em gastar dinheiro público com palácios suntuosos como a construção do novo TRF1, com gabinetes de desembargador equivalentes ao tamanho de seis, sete apartamentos de famílias de classe média, enquanto a primeira instância funciona em condições ruins. Os processos estão espalhados em repartições de primeira instância que gritam por reformas. No Rio, a situação é mais grave ainda. Que os juízes atuais - mesmo querendo -não dão conta de desovar todos os processos é fato. Só não vejo muito interesse em resolver a situação. Só vejo muita pompa de parte da cúpula.

Comentar

Comentários encerrados em 18/05/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.