Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Homicídio qualificado

MP denuncia motorista por matar jovem e arrastar seu corpo

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul apresentou nesta quinta-feira (26/6) denúncia contra o peão Fagner Gonçalves, de 25 anos, acusado de matar o cabo do Exército Leonardo Sales da Silva, de 19 anos, no início deste mês. As informações são do site G1.

O caso teve repercussão nacional porque a vítima foi arrastada por uma caminhonete por cerca de 15 quilômetros, em Campo Grande. O condutor foi denunciado por homicídio triplamente qualificado (por motivo torpe, com requintes de crueldade e sem possibilidade de defesa da vítima). A promotoria pediu ainda que o acusado perca a carteira nacional de habilitação.

O acidente

O acidente aconteceu depois de uma festa de rodeio. Testemunhas disseram que Silva ficou preso à caminhonete e o motorista teria sido alertado por diversas pessoas. No entanto, ele não parou o veículo e fugiu.

Em depoimento à polícia, o peão confessou que estava dirigindo a caminhonete, mas afirmou que ficou com medo das pessoas e alegou não ter percebido que havia um corpo junto ao veículo.

Fagner Gonçalves está preso numa delegacia, mas a Polícia Civil deve providenciar a transferência do motorista, por questão de segurança.

Revista Consultor Jurídico, 26 de junho de 2008, 18h36

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 04/07/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.