Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ano eleitoral

Justiça eleitoral suspende obras no Morro da Providência

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro suspendeu as obras do projeto Cimento Social, de reforma de casas, no Morro da Providência, no centro da cidade. O juiz Fábio Uchoa, da Coordenadoria de Fiscalização de Propaganda Eleitoral, argumenta que as obras ferem a legislação eleitoral. As informações são da Agência Brasil.

O fiscal responsável por lacrar o canteiro de obras, Luiz Fernando Brígida, explicou que o projeto Cimento Social foi considerado irregular porque o convênio com os Ministérios das Cidades e da Defesa para o início das obras foi assinado no início de 2008, ano eleitoral, embora as obras tenham começado em dezembro de 2007.

Os trabalhadores fazem um protesto no local pedindo a continuidade das obras.Segundo o encarregado Alex Oliveira dos Santos, cerca de 150 pessoas ficarão desempregadas com o embargo do projeto Cimento Social.

Os representantes da Construtora Edil, responsável pelo empreendimento no Morro da Providência, Vander de Oliveira Dantas, informaram que a empreiteira vai recorrer ainda nesta terça-feira (24/6) da decisão do TRE.

Os militares do Exército continuam ocupando o Morro da Providência. Segundo o tenente-coronel Silvio Cardoso, apesar da decisão judicial, 60 homens permanecerão patrulhando o local.

Revista Consultor Jurídico, 24 de junho de 2008, 13h26

Comentários de leitores

2 comentários

Todos estão querendo aparecer além do necessári...

Murassawa (Advogado Autônomo)

Todos estão querendo aparecer além do necessário, tudo com segundas e terceiras intenções, inclusive a justiça eleitoral.

Depois de "ATROPELAREM" o Exército , fica , mui...

A.G. Moreira (Consultor)

Depois de "ATROPELAREM" o Exército , fica , muito, mais fácil, "ANIQUILAR" o Crivela ! ! !

Comentários encerrados em 02/07/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.