Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Luto no PSDB

Morre, aos 77 anos, a ex-primeira-dama Ruth Cardoso

Morreu na noite desta terça-feira (24/6) Ruth Cardoso, mulher do ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso. Ela tinha 77 anos e sofria de problemas cardíacos. De acordo com informações do presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), ela morreu no apartamento da família em São Paulo. “Estamos em luto. Foi uma perda muito grande, irreparável para o partido e para o Brasil”, afirmou o senador Guerra à Agência Brasil.

Na segunda-feira (24/6), Ruth Cardoso tinha recebido alta de uma internação de quatro dias, no Hospital Sírio Libanês. Ela estava hospitalizada por causa de dores no peito. Por causa da morte, o PSDB cancelou as comemorações do aniversário de 20 anos do partido que aconteceriam na quarta-feira (26/6), no plenário do Senado.

Ruth Cardoso era antropóloga, professora da Universidade de São Paulo. Era doutora em antropologia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo.

Como docente e pesquisadora atuou na USP, Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais (Flacso/Unesco), Universidade do Chile (Santiago do Chile), Maison des Sciences de L'Homme (Paris), Universidade de Berkeley (Califórnia) e Universidade de Columbia (Nova York).

Era membro associado do Centro para Estudos Latino-Americanos da Universidade de Cambridge (Inglaterra) e membro da equipe de pesquisadores do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap — São Paulo).

Publicou vários livros e trabalhos sobre imigração, movimentos sociais, juventude, meios de comunicação de massa, violência, cidadania e trabalho.

Como primeira-dama, teve uma atuação discreta, mas independente. Fundou e presidiu a Comunidade Solidária, atual Comunitas, organização responsável por programas sociais e de voluntariado.

Repercussão

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Carlos Britto, lamentou a morte da ex-primeira-dama: ""Todo o Brasil lamenta a morte da professora Ruth Cardoso, que se notabilizou pelo seu alto saber como antropóloga, pela sua cidadania ativada e como uma pessoa de finíssimo trato", disse o ministro.

Em nota oficial, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva reconheceu a admiração pela mulher de seu mais constante adversário político: aquela intelectual determinada, com convicções firmes, gestos nobres e ao mesmo tempo sensibilidade para o drama da desigualdade social".

Leia a íntegra da nota do presidente

"Recebi com surpresa e pesar a notícia do falecimento de dona Ruth Cardoso. É difícil acreditar que aquela intelectual determinada que conheci muitas décadas atrás, com convicções firmes, gestos nobres e ao mesmo tempo sensibilidade para o drama da desigualdade social, tenha nos deixado. É uma grande perda para o País. Tenho certeza de que será sempre lembrada pelas sementes que plantou em sua brilhante carreira, por iniciativas como o Programa Comunidade Solidária entre tantas outras. Em meu nome e de Marisa, peço que Deus lhe dê a eterna felicidade e conforte o coração do amigo Fernando Henrique, seus filhos e netos".


Revista Consultor Jurídico, 24 de junho de 2008, 22h44

Comentários de leitores

3 comentários

O Brasil está de luto, uma grande perda, para t...

Gervasio (Advogado Autônomo)

O Brasil está de luto, uma grande perda, para todos nós. Ao Ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso, filhos e netos, lamento o passamento de seu ente querido, e que Deus os conforte!

Na qualidade de Diretor da Associação dos Advog...

Fabricio M Souza (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

Na qualidade de Diretor da Associação dos Advogados de Minas Gerais - AAMG, deixo aqui resgistrado, nossas condolências ao Presidente Fernando Henrique Cardoso & Filhos, pela perda inestimável de sua Esposa, mãe e intelectual de primeira hora. Dr. Fabricio Marques de Souza Diretor Tesoureiro www.aamg.adv.br

Na dor, solidarizo-me com o professor e ex-pres...

Luís da Velosa (Advogado Autônomo)

Na dor, solidarizo-me com o professor e ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso e sua família, pela morte da professora, antropóloga Ruth Cardoso, ex-primeira Dama do Brasil.

Comentários encerrados em 02/07/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.