Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Cremesp em pauta

Juiz suspende publicação de reportagem do Jornal da Tarde

O juiz Ricardo Geraldo Resende Silveira, da 10ª Vara Federal Cível de São Paulo, suspendeu nesta terça-feira (24/6) a publicação de reportagem do Jornal da Tarde sobre supostas irregularidades cometidas pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp).

As irregularidades são investigadas pelo Tribunal de Contas da União e seriam relatadas em reportagem na edição desta quarta-feira do jornal. A liminar que suspendeu a publicação da reportagem foi entregue na redação do JT pela advogada do Cremesp, Cláudia Costa.

“A decisão é absolutamente inconstitucional, pois a Constituição, no artigo 220, proíbe a censura e, especialmente, a censura prévia”, diz o presidente da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), Maurício Azêdo. Para a Federação Nacional dos Jornalistas, a atitude é antidemocrática e configura censura prévia. “Lutamos muito pelo fim da censura, mas infelizmente isso tem se tornado freqüente”, disse o presidente da entidade, Sérgio Murillo de Andrade.

Revista Consultor Jurídico, 24 de junho de 2008, 22h00

Comentários de leitores

8 comentários

Se pediu liminar foi pedida para dar tempo de j...

Murassawa (Advogado Autônomo)

Se pediu liminar foi pedida para dar tempo de jogar a sujeira para debaixo do tapete, porém, o JT deve ficar atento e publicar a materia assim que for autorizado e dar ciência à população.

Só pra constar, nao foi sentença, e sim tutela ...

Fernanda (Serventuário)

Só pra constar, nao foi sentença, e sim tutela antecipada parcialmente deferida, condicionada a ser revista após as explicações do Grupo Estado. E quem vai julgar o agravo é o TRF da 3ª Região, e não o TJ/SP. Fala sério...

Srs. é com grande tristeza que tomo conheciment...

OLHO VIVO (Outros)

Srs. é com grande tristeza que tomo conhecimento desta matéria, pois posso lhes garantir que o que ocorre neste caso é a proteção de administradores corruptos que se locupletam do Estado. Se quiserem saber mais, procurem no site do TCU, na Polícia Federal e no Ministério Público Federal que V.Sas. encontraram vasto material à respeito do CREMESP. A Instituição é um Autarquia Federal, portando pública, sendo assim tem o dever de prestar conta à sociedade. O que não se entende é o temor da matéria citada. Se não há irregularidades que deixem publicar. COnhecimento de causa Srs. garanto que há irregularidades e são gigantescas, pois o órgão arrecada muito dinheiro. 130.000 médicos só no estado de São Paulo, quanto dá em anuidades. UM ABSURDO ESSE TIPO DE CERCEAMENTO à mídia. Quem perde? O cidadão que na verdade teve seu direito a informação maculado por quem deve protegê-lo.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 02/07/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.